Polícia apreende 30 mil maços de cigarros na SP-270

Na fiscalização, foi constatado que um dos veículos era furtado e outro clonado; condutores fugiram, mas um foi preso

ROBERTO KAWASAKI - Da Redação • 03/05/2018 19:26:42

Produtos adquiridos no Paraguai não apresentavam nota fiscal. Foto: Polícia Militar Rodoviária

Por volta das 22h30 de ontem, o Comando de Policiamento Rodoviário prendeu um homem por envolvimento em crime de contrabando, na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Venceslau. Em uma abordagem de trânsito, foram localizados 30 mil maços de cigarros oriundos do Paraguai, que estavam sem documentação fiscal. As mercadorias estavam em dois veículos que fugiram do sinal de parada.

Durante uma ação fiscalizadora de trânsito, as equipes de serviço deram sinal para dois automóveis parassem, sendo um Chevrolet Traiblazer com placas de Palotina (PR) e outra Chevrolet S10, de Presidente Prudente. Conforme a corporação, ambos os condutores ignoraram o sinal do policiamento e prosseguiram viagem em alta velocidade pela rodovia, o que resultou no acompanhamento por parte dos policiais.

De acordo com os militares, em determinado momento os infratores adentraram a uma estrada de terra onde abandonaram os veículos e fugiram a pé. Momentos após a ação, um técnico de informática, de 24 anos, morador de Itaquiraí (MS), foi encontrado pelos policiais que realizavam a busca.

Durante a vistoria veicular, foram localizados cigarros oriundos do Paraguai que, após consultas, foi constatado que a Traiblazer havia sido roubada no Paraná em 2014 e a S10 clonada. Questionado sobre os materiais, o rapaz disse que receberia R$ 700 para tomar posse do veículo carregado com os cigarros em Altônia (PR) e seguir viagem a Tupi Paulista. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Federal de Presidente Prudente, onde o homem recebeu voz de prisão em flagrante por contrabando.

 

 

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste