Arquivo - Flagrantes por excesso de velocidade foram registrados na operação Rodovia Mais Segura

Foto: Arquivo - Flagrantes por excesso de velocidade foram registrados na operação Rodovia Mais Segura

TRÂNSITO

Polícia aplica 281 multas por excesso de velocidade

Infração tem apresentado crescimento nos últimos meses na região de Prudente, assim como flagrantes por embriaguez ao volante e uso de aparelho celular na condução

  • 20/07/2019 06:13
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Multas por excesso de velocidade continuam em alta em fiscalizações policiais na região de Presidente Prudente. Durante a operação “Rodovia Mais Segura”, que começou na quinta-feira e terminou ontem, imagens de radares eletrônicos flagraram 281 motoristas dirigindo em velocidade acima do permitido. O número foi divulgado ontem pela 2ª Companhia de Policiamento Rodoviário e envolve a malha viária das regiões de Prudente, Dracena e Presidente Venceslau.

O capitão PM André Domingos Pereira analisa que esse tipo de infração tem se destacado nos últimos meses pelo aumento considerável. “Isso quer dizer que as pessoas continuam praticando a infração, mesmo sabendo dos riscos. O excesso de velocidade, assim como embriaguez ao volante e uso do aparelho celular na condução aumentam a potencialidade de um eventual acidente de trânsito”, considera. Conforme estudos verificados pelo capitão, 94% dos acidentes de trânsito são causados pelo próprio condutor do veículo, o que mostra que os riscos na região estão em evidência.

“A gente lembra que o trânsito seguro começa na nossa casa. É preciso entender a importância dele [motorista] como membro da sociedade e parte do contexto, pertencendo a um bem maior que é o amor à própria vida e a do próximo”, afirma. E não foram apenas infrações por excesso de velocidade que o policiamento catalogou. Em 24 horas, também foram constatadas 46 infrações por ultrapassagem proibida, 42 pelo não uso do cinto de segurança, seis envolvendo motocicletas, cinco por uso do celular na condução e duas por embriaguez ao volante.

De acordo com o balanço, foram fiscalizados 552 veículos e realizados 307 testes de alcoolemia. Conforme a autoridade, estes são os tipos de infrações que aumentam o potencial lesivo em caso de acidentes de trânsito e isso tem sido fiscalizado até fora das operações. “Analisamos que os números estão equilibrados e batem com as medidas das fiscalizações dos últimos meses”, salienta. “Em operações como essa, conseguimos conscientizar o motorista para que não cometa a infração. O principal objetivo é esse, instruir para que a infração não ocorra”, considera o capitão.