Polícia Civil: Materiais foram apreendidos e passarão por análise

Foto: Polícia Civil: Materiais foram apreendidos e passarão por análise

DRACENA

Polícia analisa bilhetes apreendidos em porta de penitenciária

Estudante de 20 anos, moradora de São Paulo (SP), teve a prisão preventiva decretada e continua à disposição da Justiça

  • 08/04/2019 16:04
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

A Polícia Científica analisa três fragmentos de papeis manuscritos que seriam inseridos na Penitenciária de Dracena, durante visitas no sábado.  De acordo com a Polícia Civil, os bilhetes estavam com uma estudante de 20 anos, moradora de São Paulo (SP), que viajou ao interior paulista para visitar o companheiro. Após audiência de custódia, foi decretada a prisão preventiva da jovem, que está detida na Penitenciária Feminina de Tupi Paulista.

O flagrante ocorreu na manhã de sábado, quando agentes da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) localizaram os fragmentos escondidos sob as roupas da visitante. Conforme análise parcial dos textos, aparentemente, tratava-se de informações relacionadas ao crime organizado. Diante da descoberta, forças policiais foram acionadas para efetuar diligências ao hotel onde a estudante havia se hospedado e pernoitado.

Durante vistoria no quarto em que ela ocupava, os policiais civis apreenderam um aparelho celular e uma carta manuscrita, materiais que também serão periciados. Depois do flagrante, a estudante foi apresentada ao plantão da Polícia Civil, onde lavrado o auto de prisão pela prática do crime de organização criminosa. Já no domingo, passou por audiência de custódia no Fórum de Dracena, o que resultou na prisão preventiva.