REUNIÃO Pilotos de kart pedem a reativação de pista

 12/08/2017  - PAULO TAROCO

A A A

Uma reunião na tarde de ontem, na Prefeitura de Presidente Prudente, colocou em pauta a perspectiva de reativação da pista no Kartódromo Ayrton Senna na Cidade da Criança. Membros de uma liga prudentina da modalidade, criada há cerca de três meses, estiveram reunidos com representantes do poder público municipal, entre eles o prefeito Nelson Roberto Bugalho (PTB), o setor jurídico do município e também da Prudenco (Companhia Prudentina de Desenvolvimento), para discutirem alguns pontos com o intuito de viabilizarem a retomada da prática no local, inativo há cerca de três meses.

Entre os tópicos estavam a questão da segurança da pista, motivada pelo desgaste natural das dependências; as condições atuais do recape e administração do local. De acordo com Adolfo Padilha, diretor de marketing e comunicação da liga de kart, “a conversa foi produtiva e animadora para ambos os lados envolvidos na questão”. “Vimos que o prefeito tem o mesmo intuito que a gente em relação ao kart, o que nos anima. A partir de agora, iremos apresentar algumas ações visando a liberação”, disse.

Em relação à questão da segurança, Padilha explica que, dentro do plano de ação a ser sugerido e estudado, cerca de 2 mil árvores serão plantadas e cuidadas pela liga, como forma também de proteger o local. Sobre à questão que envolve à administração da pista, o representante dos pilotos também cita o plano que será apresentado, “dentro do modelo legal de uma licitação”, que buscará solucionar a questão. A liga também diz que pretende coletar o termo de todos os praticantes e dos pais, quando menores, para controlar também questões voltadas à responsabilidade do uso da pista.

Após a reunião, a prefeitura se manifestou por meio de uma nota emitida pela Secom (Secretaria de Comunicação). “A liga dos kartistas ficou de apresentar uma avaliação técnica da pista por um engenheiro que ateste que a pista está apta a ser usada para competições aos finais de semana. Quanto aos menores de idade, os pais devem apresentar uma autorização de participação antes que os mesmos adentrem as provas”.

Comentário