COTIDIANO

PIB paulista de 2018 cresce 1,6%

O PIB (Produto Interno Bruto) do Estado de São Paulo, calculado pela Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), encerrou 2018 com expansão de 1,6% em termos reais, em relação ao ano anterior. O PIB paulista em 2018 foi estimado em R$ 2,2 trilhões, e o PIB per capita em R$ 50.518,51. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira). São Paulo é a unidade da federação com o maior índice de renda por habitante, abaixo apenas do Distrito Federal, segundo estatística também da Seade. O PIB paulista corresponde a um terço do PIB brasileiro. O volume é maior que e de países como Chile, Bélgi

  • 02/03/2019 06:35
  • Contexto Paulista

PIB paulista de

2018 cresce 1,6%

O PIB (Produto Interno Bruto) do Estado de São Paulo, calculado pela Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), encerrou 2018 com expansão de 1,6% em termos reais, em relação ao ano anterior. O PIB paulista em 2018 foi estimado em R$ 2,2 trilhões, e o PIB per capita em R$ 50.518,51. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira). São Paulo é a unidade da federação com o maior índice de renda por habitante, abaixo apenas do Distrito Federal, segundo estatística também da Seade. O PIB paulista corresponde a um terço do PIB brasileiro. O volume é maior que e de países como Chile, Bélgica, África do Sul e Singapura. Se o Estado de São Paulo fosse um país, sua economia seria a 21ª do mundo, ultrapassando a Argentina, que seria a 22ª nesse ranking.

 

Grande centro consumidor

O Estado de São Paulo concentra o 4° maior mercado consumidor da América Latina, atrás somente do Brasil como um todo, do México e da Colômbia. É o maior polo econômico e industrial do Hemisfério Sul. A área de influência do Estado de São Paulo ultrapassa em muito seus limites territoriais, estendendo-se pelas demais unidades da Federação e por diversos países da América do Sul. A Região Metropolitana de São Paulo é o quarto maior aglomerado urbano do mundo. A maior força do mercado consumidor brasileiro está no interior de São Paulo, segundo levantamento da consultoria IPC.

 

Crescimento em 2019

A projeção de crescimento do PIB paulista para 2019 pela Seade é entre 1,1% e 1,5%. Esse desempenho tende a ser sustentado pelo aumento do setor de serviços (1,9%), com destaque para o comércio (1,9%).

 

Investimento no interior

O Grupo Heineken no Brasil anunciou investimento de R$ 250 milhões em Araraquara. É o maior aporte da Companhia em suas cervejarias para 2019 segundo o portal ACidade On.

 

Distritos de inovação

O Estado de São Paulo pode ganhar, nos próximos anos, dois distritos de inovação – um onde hoje está instalada a Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo), na Vila Leopoldina, na capital, e o outro na Fazenda Argentina, em Campinas, adquirida pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

 

Incentivo

O Governo de São Paulo anunciou ontem a redução de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para a indústria naval no Estado. A medida pretende viabilizar concorrência de empresas paulistas em licitação internacional lançada pela Marinha do Brasil para a compra de embarcações militares. Com maior competitividade, os navios poderão ser construídos por estaleiros instalados no Guarujá, possibilitando a geração de 2 mil empregos diretos e indiretos na Baixada Santista.

 

Nomeação

O paulistano Nelson de Souza será o novo presidente da Desenvolve SP (Agência de Desenvolvimento Paulista). Foi presidente da Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste.

 

Incremento do turismo

A CNM (Confederação Nacional de Municípios) divulgou esta semana recomendações para estruturar o turismo nos municípios. A ideia é que o turista satisfeito gera renda, divulgação do município, aprimoramento dos serviços públicos, crescimento na arrecadação municipal e, consequentemente, aumento de recursos para a gestão.

 

Veja algumas das indicações da CNM para os municípios:

 

●          Reforçar as equipes da administração pública e nos pontos turísticos, em especial a área de segurança.

●          Discutir com o Conselho Municipal de Turismo estratégias a fim de bem atender o turista e preparar o município.

●          Envolva e sensibilize. Converse com os comerciantes locais e os torne parceiros nas estratégias de hospitalidade e faça campanhas de sensibilização junto à população para incentivar a cordialidade e a boa recepção aos turistas.

●          Não se arrisque! Fiscalize a prestação de serviços turísticos. Lembre-se de que a imagem do seu município está em jogo.

●          Fazer pesquisas sobre o fluxo turístico no seu município.

 

Campanhas educativas

O governo estadual lançou a campanha Dirigir com Responsabilidade: Questão de Cidadania. Pratique!, para orientar os cidadãos sobre a combinação perigosa de álcool, drogas e direção. E o Detran (Departamento de Trânsito) de São Paulo lança neste Carnaval, em conjunto com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, campanha de conscientização para que motoristas e motociclistas aumentem os cuidados na direção durante o feriado prologando. O tema é “Imprudência tem consequência”.

 

Estâncias

Cerca de R$ 360 milhões foram liberados pelo governo estadual para 70 estâncias turísticas de São Paulo.

 

Na Assembleia

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação é favorável à instituição de recompensa em dinheiro, de até R$ 10 mil, para quem fornecer informações que contribuam para libertar vítimas de sequestro e prender os sequestradores.

 

Procuradores municipais equiparados

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que o teto de remuneração dos procuradores municipais é o subsídio dos desembargadores do Tribunal de Justiça. A decisão ocorreu nesta quinta-feira.