Pai e filho realizam sonho de conhecer Gladiador

EM CURITIBA Dupla de Prudente viajou mais de 700 km até a capital paranaense para conhecer o atacante que atua pelo Coritiba

JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial • 26/01/2018 11:33:27

Na semana passada, contamos a história de Fábio e Gabriel Silva. O primeiro, pai e ex-jogador de futebol profissional. O segundo, filho e fã de um ex-companheiro de seu pai, o jogador Kléber Gladiador, que joga atualmente pelo Coritiba (PR). Ambos pegaram a estrada no domingo em busca do sonho de conhecer o jogador, em Curitiba (PR), e retornaram a Presidente Prudente mais realizados do que imaginavam. O objetivo era uma camisa e uma foto com o atleta, mas a conquista foi a camisa usada por ele no jogo de domingo, entrada no campo antes da partida e encontro no CT (Centro de Treinamento) no dia seguinte.

Pai e filho chegaram ao destino sem saber o que fariam. Passaram por três hotéis, perguntando onde poderiam estar concentrados os jogadores do Coritiba antes da partida daquele dia e não obtiveram respostas. Até que decidiram ir até o Estádio Couto Pereira, local da partida que ocorria mais tarde, e lá conseguiram a informação.

O segundo passo era esperar alguém do clube aparecer no hotel. O primeiro a descer foi Rafael Zucon, assessor do clube. Para ele, Fabio, mais conhecido como Fabinho, contou a história de que conhecia Kléber, e mostrou uma foto em que provava a história toda. “Ele está aqui, falou o assessor, mas ele não pode ser acordado, voltem aqui ás 15h que ele vai pro jogo”, contou Fabio, sobre a conversa com o assessor.

As horas passavam e a ansiedade tomava conta, até que no horário marcado, pai e filho estavam de volta ao hotel. Vários jogadores foram passando, até que o principal apareceu, e para melhorar ainda mais a história, Fabinho nem precisou se apresentar, pois o jogador o reconheceu antes. “Eu olhei pra ele e ia perguntar se não se lembrava de mim, até que ele falou ‘Fabinho?!’”, diz. Neste momento, Gabriel, fã do jogador, foi ao encontro dele, conta o pai.

De primeira, o jogador não acreditou que pai e filho teriam percorrido toda distância apenas para encontra-lo. “Depois de explicar para ele, o Kléber perguntou se o Gabriel era fã dele e, meu filho, com os olhos cheios de lágrimas, disse que sim. Na sequência, ele disse ‘Então você vai entrar comigo no campo hoje!. Como o tempo era curto, ele já tinha que ir para o ônibus, pegou meu número e disse que encontrava a gente no portão 6 do estádio”, relata Fabinho. Na chagada, os nomes de ambos constavam na lista de camarote como convidados do jogador. Gabriel foi levado à sala de imprensa, onde vestiu a camisa do Coritiba e se preparou para entrar no campo com o jogador que se espelha no futebol.

 

Mais surpresas

Eles achavam que as surpresas haviam acabado após o jogo. Por conta da chuva que caia naquele momento em Curitiba, pai e filho retornaram ao hotel já contentes pelos momentos vividos. “Cheguei no hotel e meu telefone tocou, era ele perguntando onde a gente estava e dizendo que era para termos entrado no vestiário”, relata Fabinho. O jogador pediu para que os dois voltassem ao estádio, pois tinha um presente para o menino Gabriel. “Chegamos lá e ele estava com a camisa que usou no jogo e entregou pro meu filho”, relembra o pai.

 

No dia seguinte

Na segunda-feira, Fabio e Gabriel foram convidados para irem até o CT do clube e baterem mais um papo com o jogador. “Ficamos três horas conversando, relembrando o passado, ele bateu uma bola com o Gabriel, tirou fotos, conhecemos até a família dele”, conta Fabinho.

Kléber tem o apelido de Gladiador pela fama de jogador durão, de cara fechada, mas a armadura, conta Fabinho, caiu por terra após tantos momentos bons. “É um cara que tem tudo, jogou com vários jogadores famosos, se lembrou de mim e nos proporcionou ótimas lembranças”, afirma. “Ao final, eu revivi o passado e meu filho diz ter vivido o melhor momento da vida dele”, cita, após relembrar uma história que será contada para gerações. A saga da dupla prudentina por Kléber Gladiador foi destaque, inclusive, no site oficial do clube coxa-branca, que publicou um texto, com fotos e um vídeo de agradecimento do jogador pela visita de pai e filho.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste