PATRIMÔNIO HISTÓRICO  

Ouro Preto,  uma cidade,  um monumento  

É uma cidade histórica que forma parte de uma das heranças culturais mais ricas de Minas Gerais

Da Reportagem Local • 03/09/2018 07:58:29

Foto: Adriano Kirihara - A Igreja São Francisco de Assis, construída em 1970, é um dos principais cartões postais de Ouro Preto

Famosa por sua arquitetura colonial primorosa, a cidade mineira de Ouro Preto foi construída por artistas e escravos, no auge do Ciclo do Ouro, e tornou-se a primeira cidade brasileira e uma das primeiras do mundo a ser declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Seu grande valor histórico como palco da Inconfidência Mineira e seu expressivo conjunto histórico não são os únicos atrativos da cidade, que também se beneficia de sua intensa atividade cultural, além do rico ecossistema que a contorna, com cachoeiras, trilhas e uma enorme área de mata nativa.

Um verdadeiro livro de história brasileira a céu aberto, Ouro Preto tem mais de 300 anos e soube, como poucas cidades deste país, preservar o cenário que serviu de plano de fundo para importantes capítulos históricos que ajudaram a construir o Brasil.

Eleito como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, o destino só não é mais charmoso por falta de espaço. As ruelas, as ladeiras e as construções históricas, com mais de séculos de existência, formam a paisagem perfeita para passeios ricos em possibilidades. Cada cantinho do município pode ser uma verdadeira aula de história e um belo motivo para fotografias. Conheça as principais atrações de Ouro Preto e descubra por que a cidade é irresistível!

Igrejas

A exemplo de outras cidades históricas brasileiras, Ouro Preto abriga dezenas de igrejas, mas com um detalhe que as fazem ainda mais especiais que as outras: muitas delas foram decoradas e trabalhadas por Aleijadinho. Nesse quesito, a mais famosa é a Igreja São Francisco de Assis, construída em 1970 e uma das obras primas do gênio do barraco. A fachada, os altares laterais e a capela principal receberam das mãos do artista detalhes ricamente elaborados, como as várias esculturas encontradas dentro e fora da igreja. Igualmente esplêndida, a Matriz Nossa Senhora do Pilar recebeu mais de 400 kg de ouro e 400 kg de prata para ser ornamentada. Idealizada por Pedro Gomes Chaves, engenheiro português, a construção tem mais de 400 esculturas de anjos e, graças à sua importância arquitetônica, abriga também um museu de arte sacra.

Chamando a atenção com sua fachada circular e inusitada, se comparada com as outras igrejas da cidade, Nossa Senhora do Rosário foi erguida no final do século 18.

Museus

Para preservar toda a sua riqueza histórica, Ouro Preto abriga e mantem diversos museus, responsáveis por prender a atenção do turista por vários dias da sua estadia na cidade.

Um destes lugares é o Museu da Inconfidência. Em um edifício que antigamente serviu de paço municipal e cadeia, desde 1944 o museu tem como objetivo preservar a memória dos inconfidentes.

Com uma intenção bastante particular, o Museu do Oratório exibe uma coleção com mais de cem oratórios, cada um com sua beleza inigualável. As peças, de diferentes estilos e épocas, ilustram as tradições e os costumes religiosos das famílias mineiras.

O Museu da Inconfidência conta com um amplo acervo de peças que fazem parte do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.

Casarões

Para conhecer melhor a arquitetura dos séculos 17 e 18, os casarões históricos de Ouro Preto devem fazer parte do roteiro. A Casa de Tomás Antônio Gonzaga, onde viveu o confidente que dá nome à residência, é a atual sede da Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio de Ouro Preto. Os cômodos e alguns aposentos da casa foram preservados, garantindo um passeio bastante interessante.

O Museu da Inconfidência conta com um amplo acervo de peças que fazem parte do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.

Foto: Adriano Kirihara

As ruas e casarões de Ouro Preto estão muito bem preservados e repletos de história!

Foto: Adriano Kirihara

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste