Osvaldo Cruz perde invencibilidade

esporte

| JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial

Na manhã de domingo, em Marília, o Osvaldo Cruz entrou em campo para defender a liderança do grupo 1 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão e a invencibilidade. Em partida válida pela quinta rodada da competição, o Azulão foi surpreendido pela equipe do Talentos 10 e derrotado por 3 a 1, na casa do adversário. Tomando dois gols logo na primeira etapa e conseguindo o único gol da partida apenas no fim do jogo, o ambiente ficou preocupante para o técnico interino Alberto.

De acordo com o treinador, tudo o que foi versado durante a semana foi perdido em quatro minutos, relacionando ao primeiro gol do Talentos, logo aos três minutos da primeiro etapa. “Foi um jogo atípico, tudo o que trabalhamos durante a semana se perdeu em poucos minutos e foi por água a baixo”, lamenta. Segundo ele, o foco principal do elenco era a concentração durante toda a partida, por conta da importância que o jogo tinha, como todos os outros, para a competição. “Era mais um jogo importante para nós, era necessário manter a boa campanha. Mas, a desconcentração só foi piorando conforme o tempo passava, e se juntou ao nervosismo”, destaca.

Com a junção de nervosismo e desconcentração, Alberto afirma que tentou buscar um jogo que melhorasse para o lado do Azulão, mas de nada adiantou. “Não conseguimos fazer a leitura do jogo que nos propuseram. A gente entendia que eles iam jogar nos nossos erros e quando fomos tentar ajustar, a equipe se perdeu ainda mais e isso é preocupante”, afirma.

Mesmo com a derrota, o Osvaldo Cruz segue líder da chave, com 10 pontos. Já o Talentos 10 sobe para a quarta colocação com oito pontos em cinco jogos. Para a sequência da competição, Alberto afirma que vai continuar trabalhando o foco dos jogadores e buscar ajeitar ajustes e espaços que deixaram a equipe adversária passar no último jogo. “Agora é focar em mais uma semana e trabalhar a concentração deles, também. Além do comprometimento e melhora no meio de campo”, enfatizou.

 

Sobre o jogo

Os primeiros 45 minutos foram de apagados pelo lado do Osvaldo Cruz, algo atípico até o momento da competição. Os gols feitos pelo Talentos 10 nesse primeiro tempo saíram de falhas no início de jogadas da defesa do Azulão. Kibinho, aos três minutos, e Willian, aos 42, anotaram. As equipes até que criaram, mas falharam no último passe. 

Já na segunda etapa, o Azulão voltou melhor. Mas, aos 22 minutos, em novo erro do setor defensivo, o Talentos 10 aproveitou para fazer ampliar o placar. Willian fez jogada pela linha de fundo e cruzou na segunda trave, com Lika aumentando a diferença. Aos 14 minutos, Pedro desencantou. Aproveitando a jogada feita por Denílton e diminuindo o placar para os visitantes. Finalizando o jogo em 3 a 1 para a equipe da casa.

 

“Era mais um jogo importante para nós, era necessário manter a boa campanha. Mas, a desconcentração só foi piorando conforme o tempo passava, e se juntou ao nervosismo”

Alberto, técnico interino do Osvaldo Cruz

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste