OSVALDO CRUZ É DERROTADO POR 1 A 0 DIANTE DO VOCEM

Com gol feito aos 46 minutos do segundo tempo, partida é marcada por nervosismo e discussão entre times

JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial • 07/08/2018 05:30:00

. Foto: Cedida/ Guto Carvalho: Osvaldo Cruz perde para o Vocem e tabela fica equilibrada

O Osvaldo Cruz entrou em campo pelo returno da segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão diante do Vocem, no domingo, às 10h. Jogando em Assis (SP), no Estádio Tonicão, o jogo terminado em 1 a 0 para o Vocem marcou um equilíbrio na tabela do grupo 6. Após a partida, faltando duas rodadas para finalizar a fase, Inter de Bebedouro e Osvaldo Cruz se mantiveram na primeira e segunda colocação, ambos com 7 pontos, Francana permaneceu no terceiro lugar, com 5 pontos, e o Vocem se manteve vivo no quarto lugar com 2 pontos.

Os 90 minutos de bola rolando foi marcado por um equilíbrio no futebol apresentado pelas equipes em campo, porém, a rivalidade prevaleceu em grande parte da disputa. Com jogo muito pegado, o único gol da partida foi marcado aos 46 minutos do segundo tempo, com Bruno Kairon aproveitando a oportunidade do contra-ataque pela direita, levando o melhor contra a defesa do Azulão e batendo cruzado no canto direito do goleiro Aranha.

Apesar de não acostumar jogar a culpa para outro setor, o treinador do Osvaldo Cruz, Rogério Delgado, conta que seu time foi prejudicado com o árbitro da partida. “Eu não gosto de reclamar de arbitragem, mas ela nos prejudicou muito aqui. Todas as faltas como puxões ele não fez nada, praticaram o anti-jogo”, afirma. Mesmo com a reclamação, Rogério explica que era esperado um jogo difícil como foi, e relembra a confusão após o apito final. “Um jogo que a gente esperava que seria pegado, que seria tenso como foi, com muita marcação, muito choque, muita vibração dos dois times e a gente acabou tomando o gol no final do jogo, onde a equipe tinha dado uma equilibrada.. Já a confusão é porque o Marlos estava caído e o árbitro disse que não era para devolver a bola porque ele estava caído. Com toda certeza faltou o fair-play, só que o treinador Luciano [Vocem] mandou que os jogadores não devolvessem a bola e eu fui cobrar o profissionalismo dele e o árbitro também disse que não era para devolver. É a primeira vez que vejo isso” destaca Rogério, ressaltando que o juiz teria sido “caseiro”.

Ao mesmo tempo em que faltou tranquilidade sem a bola nos pés, Rogério reforça o mesmo erro que enxerga nas outras partidas: a falta de calmaria para finalizar no gol e aproveitar as chances criadas. “A gente se preocupou muito em marcar o adversário e faltou um pouco de tranquilidade e calma para encaixar o passe, ter mais oportunidade de gols e depois sofremos gol na bola cruzada, mas agora é levantar a cabeça, trabalhar, e fazer o restante do trabalho”, afirma.

 

Próximo desafio

O Osvaldo Cruz tem como próximo adversário o Inter de Bebedouro, jogando em casa no sábado, a partir das 16h. No Estádio Breno Ribeiro do Val, o Azulão busca ficar em primeiro do grupo e praticamente garantir sua classificação para a próxima fase. Com isso, o foco dos treinamentos da equipe durante está semana é apenas um. “Conseguiram equilibrar o grupo, mas a parte boa é que nós só dependemos de nós. Mas os outros vão ter que ganhar os jogos e torcer ainda para tropeço, então temos o dever se trabalhar essa semana, ajustar os erros e entrar em campo no sábado sabendo do que temos que fazer para conseguir a vitória”, conclui.

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste