CRONOS 2

Operação nacional cumpre 9 mandados na região

Polícia Civil da região participou do ato que ocorreu em todo o país; dos mandados, um ocorreu em Adamantina, seis em Presidente Prudente e dois em Presidente Venceslau

  • 29/05/2019 06:31
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

A Polícia Civil da região de Presidente Prudente participou ontem de uma ação conjunta e nacional, batizada de Operação Cronos 2, que objetivou cumprir mandados de prisão contra autores de feminicídios e homicídios. Na região, nove mandados foram cumpridos, sendo um Adamantina, seis em Prudente e dois em Presidente Venceslau.

Segundo informações da corporação, a ação foi coordenada pela presidência do Concpc (Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil), com a participação das 27 unidades da Federação, sendo que na região a maioria se deu por violência doméstica, foco das ações. O Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília, afirmou que o Centro Integrado de Comando e Controle Nacional monitorou as ações.

Já de acordo com a SSP (Secretaria da Segurança Pública) do Estado de São Paulo, participaram da operação aproximadamente 3,3 mil policiais civis, com o apoio de 1,3 mil viaturas, para o cumprimento de pelo menos 1,5 mil mandados de prisão e 28 de busca e apreensão.

Primeira fase

Segundo a Agência Brasil,  em agosto de 2018 a primeira fase da Operação Cronos resultou na prisão de mais de 2,6 mil pessoas em todo o país, sendo que 71 foram detidas na região de Prudente.

À época, conforme o Concpc divulgou que 42 pessoas foram presas por feminicídio; 404 por homicídio; 289 presos por crimes relacionados à Lei Maria da Penha; 640 foram autuadas em flagrante por posse ou porte irregular de arma de fogo, tráfico de drogas e outros crimes; e outras 1.252 pessoas foram detidas em decorrência de mandados de prisão expedidos por outros crimes.

Durante a primeira fase, ainda segundo a Agência Brasil, foram apreendidas 146 armas de fogo e aproximadamente 383 quilos de entorpecentes, como maconha, cocaína e crack. Mais de 7,8 mil policiais civis de todo o país participaram das ações.