Circulum

Operação desmantela associação criminosa em Pirapozinho

Polícia Civil prendeu nesta manhã, 8 homens e 1 adolescente por tráfico de drogas; dentre os presos, há 2 integrantes de uma facção

ROBERTO KAWASAKI - Da Redação • 08/11/2018 13:59:27

Além dos entorpecentes, policiais recolheram quantia em dinheiro e 6 aparelhos celulares. Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil em Pirapozinho deflagrou na manhã de hoje a Operação Circulum, que desmanchou uma associação criminosa que praticava o tráfico de drogas na cidade. No total, oito homens foram presos, sendo efetuadas quatro prisões temporárias e quatro em flagrante, uma vez que foram encontrados entorpecentes nas residências. Ainda, um adolescente de 16 anos foi apreendido por envolvimento no esquema criminoso.

De acordo com a Polícia Civil, dois dos presos são integrantes de uma facção criminosa que atua no Estado de São Paulo, sendo que um deles já estava foragido do sistema prisional, e outro foi preso em flagrante. Durante as buscas nos imóveis, foi apreendida uma muda planta cannabis, que dá origem à maconha, bem como dois tabletes e meio da droga, diversas porções da mesma embalada e dois pinos que continham cocaína em seu interior.

Além dos entorpecentes, os policiais recolheram quantia em dinheiro e seis aparelhos celulares, que serão periciados para dar continuidade na investigação e, possivelmente, descobrir se outras pessoas estão envolvidas.

Primeiro investigado

As investigações tiveram início há dois meses, após a prisão de um homem, morador do município, o qual foi constatado que em seu aparelho celular havia diversos contatos, onde mensagens sobre o tráfico de drogas estavam sendo trocadas. Na ocasião, foi descoberta uma associação criminosa com pelo menos sete envolvidos.

Conforme apurado pelo órgão, “o círculo” de traficantes atuava em Pirapozinho, e o trabalho de investigação resultou nos mandados de prisões ocorridos hoje. Até o final da manhã, os acusados prestavam depoimento na Delegacia de Polícia Civil do município e, posteriormente, serão encaminhados ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Caiuá. A audiência de custódia está prevista para ocorrer amanhã.

A Operação Circulum, que recebe o nome pelo fato de a associação criminosa atuar “em um círculo formado pelos integrantes”, contou com a participação de 40 policiais civis, o GOE (Grupo de Operações Especiais) e o Canil da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária).

 

 

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste