Oh céu... Oh vida... Oh azar... Isso não vai dar certo!

  • 26/01/2020 04:50
  • Persio Isaac

Acordei com a síndrome de Hardy. Todos lembram daquela famosa hiena do desenho animado, Lippy e Hardy, onde nada está bom para ela? "Oh céus, oh vida, oh azar, eu sei que nada vai dar certo”. Lembram? Pois é, acordei com essa sensação. Justo eu, um otimista. Não sei se é porque estou aposentado com um salário que não me leva ao Trump Tower. Uma vontade de trabalhar quis botar sua energia para fora da preguiça e lá vem o Hardy me dizendo: "Senta no sofá que já passa".

Cadê o leão Lippy para contrapor essa hiena baixo astral? Consegui chegar até ao meio-dia com essa nuvem negra sob a minha cabeça. Só pensamentos negativos. Ainda bem que vou sair para pegar minha filha Flavia na Audi Propaganda. Vai bater o carro. Pqp, Hardy para de me azará. Pra não dar sopa para o azar fui dirigindo com extremo do extremo cuidado.

Encosto o Onix branco 1.4, ano 2017, tanque com sede em frente a Audi, quando uma moça atraente me acena. Eu a comprimento e ela vem em direção do carro. Será que acabou a síndrome de Hardy? Ela dá a volta e para na porta do passageiro. Aperto o botão destravando a porta e ela senta. Me fala um endereço para ir. Pensem no jeito que fiquei. Ainda sem entender nada, perguntei: "Você é amiga da minha filha? Que filha? A Flavia, ela trabalha aqui na Audi. A moça ficou super sem graça, pediu mil desculpas, mil perdões dizendo: "O senhor me desculpe, pensei que fosse o "Uber". Oh céus, oh vida... Vejam vocês.