Obras de galeria pluvial incomodam moradores

Região

| GABRIEL BUOSI - Da Redação

As obras da galeria de águas pluviais no Parque São Francisco, em Presidente Venceslau, que ocorrem desde novembro do ano passado, viraram motivos de dor de cabeça para a população local. Isso porque, conforme os moradores, o bairro sofre com o “mau cheiro, falta de planejamento, atrasos na entrega e infestação de animais peçonhentos”. Com as chuvas dos últimos dias, uma moradora relata que algumas residências foram invadidas com a água carregada de barro, que, inclusive, fez com que os munícipes colocassem a “mão na massa”. A Prefeitura, por meio de nota, esclarece que a intenção é que as obras sejam concluídas “o mais rápido possível”, e lembra que o cronograma segue sendo cumprido dentro do que era planejado.

Lenita Ferraz Sanches, 46 anos e do lar, mora na Rua Eugênio Máximo e foi a responsável por ser porta-voz do bairro. Ela diz que desde o início das obras no local, tem sofrido com os problemas causados pelo mau cheiro e prorrogação da entrega. “As atividades tiveram início na rua embaixo da minha casa em novembro e depois foram se expandindo, sendo que atualmente fica exatamente na frente da minha residência. Falta planejamento, pois já chegamos a ficar três dias sem água por causa das obras”, informa.

A moradora comenta ainda estar preocupada com o tamanho do “bueiro”, que, segundo ela, tem ocasionando a preocupação local, além de mencionar que as pedras e terras retiradas para a construção não foram recolocadas, o que faz com que as casas tenham prejuízos em épocas como a das chuvas, por exemplo. “Já encontramos escorpiões e termos medo desses locais se tornarem focos dos mosquitos como o da dengue. Para você ter uma ideia, nós mesmos já pegamos inchadas e tentamos tirar a terra com nossas próprias mãos nos dias em que choveram, se não alagaria tudo de terra”, informa Lenita.

 

O outro lado

A Prefeitura de Presidente Venceslau afirma que as obras no Parque São Francisco estão em andamento e devem ser concluídas o quanto antes. O cronograma da atividade, no entanto, segue como o que foi planejado pela empreiteira responsável, conforme a Prefeitura. “A equipe está empenhada para que o transtorno seja diminuído. Tudo o que está sendo realizado tem por objetivo sanar um problema antigo que atinge o bairro. Logo o Parque São Francisco estará com toda a obra concluída e os problemas serão resolvidos”.

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste