O Planeta dos Insanos

  • 05/01/2020 06:00
  • Toninho Moré

Em que mundo vive o homem que trata mal uma mulher? Não existe tolice maior do que essa. Tem homem que faz o mundo e o fundo para conquistar uma pessoa, depois que consegue envolvê-la com algum tipo de carinho, amor, segurança ou até dinheiro, começa a maltratá-la.

Mulher que tem um relacionamento seja por namoro ou casamento, quando é bem tratada, se torna uma joia por uma vida inteira.  O homem que assim faz não ganha somente uma esposa, mas uma companheira para tudo.

Tem homem que vive de mau humor, tem ciúmes de tudo, não deixa a mulher se vestir, se pintar, cuidar do corpo, usar maquiagem, enfim, a quer feia, pensando que cria através disso uma couraça para proteger o seu ego, sua insanidade com relação ao sexo feminino. Mulher não é só para sexo, mas também para companhia, se criar uma família, oferecer um conselho, auxiliar na construção de algum projeto financeiro, enfim, contribuir para elevar o sentido de inteligência do que significa na verdade um casal.

Tem àqueles que não se contentam em cercear a mulher com estes fatos todos que citei acima, mas também maltrata, fala mal, espanca, mata. Por isso, coloquei o título deste texto de “Planeta dos Insanos”. E volto a perguntar, “Em que mundo vive o homem que trata mal uma mulher?”

É bom melhorar a conduta. Nada de posse em demasia, mas sim a posse do amor, do carinho, do respeito, do cuidado, da divisão correta das funções e, sobretudo da admiração. Corrija ou saiba ouvir se for necessário. Exija e se deixe exigir. Descubra que é mais fácil ser feliz do que infeliz. Saiba que a harmonia no lar, junto à mulher que você escolheu para viver é algo que lhe prolonga a vida, que o orgulha diante da sociedade e que o torna admirado, além de um exemplo para os filhos.

Amar quem te ama com respeito num relacionamento ou matrimônio é regra da vida e algo a mais que Deus na infinidade de sua bondade nos concedeu. Portanto, curta e não faça disso um sofrimento ou uma manchete triste de insanidade.

*Nota do autor: Fiz este texto em respeito às mulheres e contra o “feminicídio” e alerta a homens que não sabem respeitar a vida como um dom de Deus. A inspiração vem do fato triste que ocorreu no fim de semana, em Regente Feijó, e como já vi acontecer aqui em Presidente Venceslau. Homicídio seguido de suicídio. Acionando uma bandeira para a harmonia e felicidade.

 

 

 

ÚLTIMAS DO AUTOR

NOVO PRESIDENTE NO COROADOS

  • 21/02/2020 03:39

13º DA SANTA CASA

  • 07/02/2020 03:12