Marco Vinicius Ropelli - Todos os animais são dóceis, adestrados e brincalhões

Foto: Marco Vinicius Ropelli - Todos os animais são dóceis, adestrados e brincalhões

PROJETO AMICÃO

O melhor amigo das crianças

Internados na ala pediátrica do HR, meninos e meninas se divertiram, passaram o tempo e relaxaram brincando com cães adestrados na manhã de ontem

  • 09/10/2019 09:18
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

Biopsicossocial. Explicando: este “palavrão” refere-se às contribuições que a interação entre crianças e cães podem proporcionar. O projeto Amicão, realizado quinzenalmente no HR (Hospital Regional) Dr. Domingos Leonardo Cerávolo, de acordo com o supervisor de psicologia do hospital, Davi Alex Araújo da Silva, contribui, até mesmo, para o restabelecimento da saúde dos pequenos internados, tanto a partir da interação fisiológica (produção de hormônios do prazer), quanto facilitando a promoção dos processos sociais.

“Para a psicologia, brincar é coisa séria, importante para a elaboração de conflitos internos e para o desenvolvimento da criança e de suas emoções”, destaca o psicólogo. As crianças realmente se divertem, esquecem os momentos difíceis e o ambiente hospitalar entram em um mundo lúdico. “Eu acho importante, porque distrai, até esquecem que estão no hospital”, relatou Eduardo Batista Fontes, 40 anos, pai de Nicolly Victória de 2 anos.

Outro que se distraía era Benjamim Oliveira, 1 ano. Ele corria de um lado para o outro como qualquer criança faz nos parques e praças públicas. Tanta felicidade facilmente confirmava as falas do psicólogo Davi. “Melhora os resultados do tratamento, reduz estresse, têm impacto no resultado final do tratamento”.

CRIANÇAS SE ALEGRAM

E CÃES SE DIVERTEM

A organizadora do projeto Amicão, a empresária Lisiane Zangirolami, 42 anos, afirma que a atividade nasceu como um sonho pessoal, que se uniu a outros profissionais, como o adestrador Anderson Silva. Atualmente o projeto, além da rotina no HR, frequenta a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Prudente, a entidade Lumen et Fides, creches da cidade e asilos. “Quando quis começar o projeto, pensei no ser humano, na ação voluntária”, destaca Lisiane. Ela acrescenta que os cães são treinados e possuem todos os exames em dia.

Unindo o útil ao agradável, os cães também se divertem, cada qual com seu estilo: o animado, o que adora ficar no colo, o bonachão... A ação da manhã de ontem terminou presenteando os pequenos pelo Dia das Crianças, deixando-as, com ainda mais, brilho no olhar. Biopsicossocial, fica fácil entender: biologia, psicologia, sociabilidade e amor.