Números mostram a força do agronegócio paulista

  • 05/10/2019 05:17
  • Contexto Paulista

Com 20% do PIB (Produto Interno Bruto) do agronegócio brasileiro, o Estado de São Paulo se destaca como um dos maiores fornecedores de alimentos do mundo. Um dos nichos é o sucroalcooleiro. São Paulo é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar, com 358 milhões de toneladas, correspondentes a 53% da produção nacional. É também o maior produtor mundial de açúcar: 24,6 milhões de toneladas, ou 63% da produção nacional. E de etanol: 13,2 bilhões de litros (47% do país). São Paulo é também o maior exportador mundial de cítricos: 60% da produção mundial e 78,7% da produção nacional de laranja; e 75,1% da produção nacional de limão. São Paulo é ainda o principal produtor brasileiro de hortaliças, ovos, codornas, borracha (látex coagulado), abacate e goiaba; e segundo maior produtor de tangerina.

Líder em exportações

Pelo Porto de Santos, o maior da América Latina, saem 48% da soja e 60% da carne bovina nacional. É o maior polo exportador de proteína bovina do planeta: mais de 900 mil toneladas todo ano. Em 2018, o país exportou mais de US$ 16 bilhões pelo porto paulista: cana-de-açúcar e etanol (US$ 5 bilhões), carnes (US$ 2,1 bilhões), sucos (US$ 2,1 bilhões), produtos florestais (US$ 1,8 bilhão) e complexo de soja (US$ 1,7 bilhão). Os maiores destinos das exportações são, pela ordem, a China, União Europeia, EUA, Hong Kong e Irã.

Agtechs

Para que o agronegócio continue mostrando a sua relevância no contexto da economia brasileira, os produtores precisam estar atentos às tendências. O site da Protec, entidade do setor de inovação, listou recentemente empresas que oferecem tecnologias capazes de transformar o futuro do agronegócio. Segundo a Associação Brasileira de Startups, o Brasil é o sexto país no mercado de atuação das agtechs, com 320 empresas voltadas exclusivamente para inovações no agronegócio. “Vale lembrar que essas startups têm atuado não apenas no desenvolvimento de ferramentas voltadas para a agricultura de precisão, mas também com soluções em robótica, drones, satélites, big data, inteligência artificial, entre outros”, informa a Protec.

Retomada

Após 18 meses consecutivos de queda, a indústria da construção paulista apresentou avanço em agosto, segundo a Fiesp. O resultado ficou acima do registrado no mesmo mês de 2018, bem como do registrado em julho deste ano.

Prioridade na segurança

O governo estadual vai manter a área de Segurança Pública como o carro-forte da administração. A Lei Orçamentária de 2020 enviada segunda-feira à Assembleia Legislativa propõe destinar 9% a mais de verba para a área - R$ 29 bilhões, contra R$ 26,6 bilhões em 2019. A maior parte da verba, assim como em outros setores, será destinada para custeio, mas há R$ 301 milhões reservados para investimentos em obras, reformas e a compra de viaturas, armamentos e equipamentos de segurança pessoal e a ampliação das unidades dos BAEPs (Batalhões de Ações Especiais de Polícia).

Saúde

O governo estadual vai aumentar em 5,3% o orçamento da Saúde para 2020. Serão destinados R$ 28 bilhões para o próximo ano ante os R$ 26,6 bilhões de 2019. Do orçamento total, pelo menos R$ 21 bilhões serão destinados à atenção médica, ambulatorial e hospitalar, de caráter integral e descentralizado do SUS (Sistema Único de Saúde).

Mapa do Turismo

Lançado em agosto, o Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021 inclui 2.694 cidades de 333 regiões turísticas do país. Entram no mapa apenas cidades turísticas ou impactadas pelo setor de viagens como, por exemplo, municípios que possuam aeroportos próximos a regiões turísticas. Para participar da plataforma, o município precisa ter um orçamento próprio destinado ao turismo.

Palavra de ministro

“Tudo que se faz para o turismo a geração de emprego e renda é muito rápida. Quando você aumenta o número de turistas em algum local o hotel contrata, o restaurante contrata, a locadora aluga mais carros, a resposta é imediata. Então o turismo é uma das principais vertentes da nossa economia e precisa estar no centro da agenda econômica do Brasil” - ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, em entrevista à Agência Brasil.

Audiência

Será em São Bernardo do Campo, no Grande ABC, nesta segunda-feira, a próxima audiência pública para a discussão do orçamento estadual de 2020. Cidadãos e entidades de toda a região poderão propor emendas. Será na Câmara Municipal, às 19h.

Globalização

Pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publicada nos últimos dias aponta a presença de migrantes, refugiados ou solicitantes de refúgio identificados em 3.876 municípios brasileiros.

Luz e jornalismo

O jornal “O Vale”, de São José dos Campos, inaugurou em sua sede painel do artista plástico e grafiteiro Alemão Art. A obra ganhou o nome de “A liberdade iluminando o povo”. Pintado em duas paredes, o mural traz os pilares do jornalismo - a luz do conhecimento, a visão crítica e a independência editorial. “O símbolo da luz dialoga com a missão do jornal de servir de guia para a sociedade rumo a um porto seguro de credibilidade, de informação de qualidade. É a luz transformadora da verdade”, diz o editor-chefe, Guilhermo Codazzi.