José Reis: Tuani fala sobre a sensação de ter a primeira obra escrita e publicada

Foto: José Reis: Tuani fala sobre a sensação de ter a primeira obra escrita e publicada

LANÇAMENTO

Nova obra intitulada “Construa este diário”, instrui crianças a atividades lúdicas

Prudentina, a escritora Tuani Sorroche escreveu o livro inspirada na vida após maternidade; obra será lançada hoje no Centro Cultural Matarazzo, às 14h

  • 19/07/2019 19:40
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

Em novembro de 2013, a escritora canadense Keri Smith lançou o sucesso Finish this book, na tradução, “Destrua este diário”, uma obra que trazia tarefas diárias aos leitores, de modo a impulsionar a criatividade, o desapego. Sendo assim, o livro convida as pessoas a rasgarem as páginas, molhar, dobrar, rabiscar, enfim, deixar de lado o perfeccionismo. Inspirada nesse modo intuitivo e interativo, a prudentina Tuani Sorroche lançou o livro “Construa este diário”, uma contrapartida que instrui crianças a atividades lúdicas, sociais, educativas e que fomenta o fortalecimento de vínculos. Em Presidente Prudente, o lançamento ocorre hoje, às 14h, no Centro Cultural Matarazzo.

“E foi com base no exemplo da Keri Smith que uma amiga me falou: ‘por que você não faz uma versão infantil?’”. E foi dessa forma que a escritora conta que as páginas foram criando vida. A partir da interatividade, Tuani afirma que conseguiu também criar um livro-diário, cuja ideia é criar algo novo todos os dias.

“Incentiva chamar o avô, o filho, amigo, os pais. Dar um abraço em alguém. Falar sobe sentimentos. Liberar a raiva pintando as páginas com força. Ensina a plantar um pé de pipoca. Convida a sair com os amigos, enfim, várias coisas”, explica. Mas, o mais importante é o último exercício: o selo do bem. Pois, segundo a escritora, ele visa que a criança faça várias atividades, com o intuito de criar uma rede de boas ações.

Mas, para chegar a essa ideia, mais que as inspirações de outros livros e autores, o período pós-maternidade foi uma das principais coisas que fez com que a prudentina decidisse se aventurar no ramo literário. Pelo menos no que tange ao público infantil, uma vez que já antes já tinha escrito um livro adulto. “Depois que eu fui mãe, tive essa percepção de que faltavam coisas na literatura infantil. Dentro de casa eu tenho esse costume de driblar a tecnologia, o que não é fácil hoje em dia, e introduzir a leitura. E nesse convívio com uma criança, algumas inspirações foram surgindo”, lembra.

E nesse ritmo, ela criou uma rotina que, para ela, foi “difícil”. Mãe, esposa, trabalha fora e ainda ter tempo de ser escritora? 24 horas para um dia ainda é pouco, sendo assim, uma das atitudes dela foi viver de blocos de nota do celular, anotando qualquer ideia que viesse à mente ao longo do dia. “No hábito eu ainda buscava acordar cedo, mais cedo que eles, para que pudesse entrelaçar tudo e escrever um pouco mais”, brinca.

E pelo menos para escrever, criar as brincadeiras/tarefas que devem ser feitas, foram alguns dias. “Mas até ser publicado, editar, vai, volta, mexe aqui e ali, pede opiniões de amigos psicólogos e pedagogos, enfim, foi pelo menos um ano”, complementa a autora. Resultado: O livro com 97 páginas, 51 atividades e indicado às crianças entre 6 e 10 anos foi lançado, sendo até mesmo a obra mais vendida em Rezende, no Rio de Janeiro.

Agora, com o lançamento em Presidente Prudente, questionada, a conterrânea responde que a expectativa é muito boa, esperando bastantes mães e pais, com o foco de divulgar os “bons valores” que o livro traz, e está na contramão de muitas coisas que a gente vê no mundo hoje. “Precisamos mostrar pra criança o lado companheiro, o lado do amor, do convívio”, diz. E complementa: existe um plano de estar divulgando isso para as mães que possuem filhos com necessidades especiais, como síndrome de down e autismo.

Primeira publicação

O primeiro livro que Tuani escreveu foi direcionado às pessoas adultas que têm os pais separados, onde ela resolveu contar a própria história e como passar por isso. Porém essa é a primeira obra da escritora que foi publicada, mesmo não trabalhando no ramo infantil. “Mas é assim, a gente faz uma obra manda para várias editoras, fica aguardando, e graças a deus, dessa vez uma delas gostou do trabalho. É uma sensação maravilhosa, principalmente pelo Brasil ter um mercado que patina muito”, finaliza.

 

Serviço

O lançamento do livro ocorre hoje, no Centro Cultural Matarazzo, às 14h, disponível à venda, inclusive autografado. Mas a obra também pode ser encontrada nas plataformas online do Submarino, Lojas Americanas, Shoptime e Livraria Travessa. O exemplar pode ser adquirido por R$ 29,90.