Arquivo/Prefeitura de Epitácio - Arquivo/Prefeitura de Epitácio - Andores com a imagem serão conduzidos amanhã por 2 embarcações em procissão fluvial

Foto: Arquivo/Prefeitura de Epitácio - Arquivo/Prefeitura de Epitácio - Andores com a imagem serão conduzidos amanhã por 2 embarcações em procissão fluvial

DEVOÇÃO

Nossa Senhora dos Navegantes é lembrada com festa nesta quinta

Centenas de fiéis de Presidente Epitácio e Distrito de Nova Porto (MS) são esperados para a 71ª procissão e missa de coroação em homenagem à santa

  • 14/08/2019 06:19
  • DA REDAÇÃO

Os fiéis católicos de Presidente Epitácio e do Distrito de Nova Porto XV (MS) e celebram nesta quinta-feira, o Dia de Nossa Senhora dos Navegantes, protetora dos pescadores e navegantes. Centenas de pessoas são esperadas, como ocorre todos os anos, para a 71ª procissão e missa de coroação em homenagem à santa.

Andores com a imagem de Nossa Senhora dos Navegantes e demais santos serão conduzidos por duas embarcações em procissão fluvial, com partida do píer do Distrito da Nova Porto XV, às 7h.

As imagens serão recebidas pelos fiéis epitacianos no píer da orla, onde seguem em procissão terrestre, pela via Juliano Ferraz Lima até a capela São José/Nossa Senhora dos Navegantes, na Vila Tibiriçá. A celebração da missa está marcada para as 10h. Após a missa, as imagens retornam para a Nova Porto XV.

A celebração de Nossa Senhora dos Navegantes está incluída no calendário de eventos do Estado de São Paulo. Em Presidente Epitácio, a celebração é organizada pela Prefeitura, através da Secretária de Turismo, em parceria com a Paróquia São Gerônimo, responsável capela São José/Nossa Senhora dos Navegantes.

 

Eclusa do Jupiá

Desde o segundo semestre de 2018, a eclusa da Usina do Jupiá - Engenheiro Souza Dias, no Rio Paraná está paralisada para a passagem de barcos. A CTC (China ThreeGorges Corporation), empresa que comprou a concessão de exploração da usina, alega problemas técnicos, relacionados à eclusa da usina hidrelétrica que impede passagem de barcos.

Por conta desta paralização, o barco de turismo Odisséia foi impedido de fazer a eclusagem e não fará a procissão com cerca de 500 fiéis.