Fotos: José Reis - Mesmo com o friozinho da manhã de ontem, atletas caíram na água logo cedo

Foto: Fotos: José Reis - Mesmo com o friozinho da manhã de ontem, atletas caíram na água logo cedo

DENTRO DA ÁGUA

Natação mantém treinos e foco nas competições

Enquanto 13 atletas embarcaram para participar da primeira seletiva dos Jogos Escolares Estaduais, outros treinaram na manhã de ontem para manter o ritmo

  • 18/08/2019 06:20
  • GABRIEL BUOSI - Da Reportagem Local

A equipe de natação da Semepp/Pruden-Aço/Criarte/Apan de Presidente Prudente não está para brincadeira. Enquanto 13 atletas embarcaram para participar da primeira seletiva dos Jogos Escolares Estaduais, que ocorreu ontem na capital paulista, a outra metade do grupo treinou na manhã de ontem para manter o ritmo e o foco para as demais competições que estão por vir ao longo do ano. “Esse treino diário é o que nos levará ao pódio nas disputas. Precisamos nos esforçar para manter o nível”, comenta o auxiliar de treino, Jefferson José Chaves Júnior, 38 anos.

Dentro da piscina da Apea (Associação Prudentina de Esportes Atléticos), o grupo foi divido em duas partes: aqueles que estavam focados no treino avançado e os que ainda estavam nas categorias de base, com treinamento mais moderado. “Hoje [ontem] vamos manter as atividades por aproximadamente três horas. Temos expectativas muito boas para competições que estão próximas, como o Torneio Regional e que permite pegar índices para o Paulista”.

Ele ressalta, ainda sobre expectativas, que os atletas têm grandes chances de voltar para casa neste fim de semana com medalhas de São Paulo.

A ideia é compartilhada pelo “mais velho” do grupo que treinava da manhã de ontem, Kauan Andrade Faria, 18 anos. “Manter o foco é essencial. É importante não parar os treinos. É normal saber que uns vão para competições e outros não. Então precisamos manter o foco e nunca perder o ritmo, além de passarmos energias positivas para eles”, expõe o jovem que começou no esporte aos seis anos, por indicações médicas, e a partir dos 12 começou a competir, o que para ele é sinônimo de reencontro com amigos e bons sentimentos. “Competir é sensacional, além de ser uma sensação boa saber que há pessoas que torcem por você”, acrescenta Kauan.  

Já a mais nova do grupo, Camila Yunna, 11 anos, está desde os nove dentro da natação e afirma que mesmo com os colegas na capital paulista, focou nos treinos ontem para atingir o principal objetivo enquanto atleta. “Quero me destacar e chegar a uma olímpiada. Isso é o que mais me motiva”, enfatiza a garota.

Fotos: José Reis - Camila, 11 anos, tem como objetivo chegar a uma olimpíada

Fotos: José Reis - Kauan Andrade diz que precisam passar energias positivas

Fotos: José Reis - Jefferson frisa que treinos são importantes para manter o ritmo