Arquivo - “Quando não me emocionar, aí posso parar!”, enfatiza Fran, que nada desde os 10 anos

Foto: Arquivo - “Quando não me emocionar, aí posso parar!”, enfatiza Fran, que nada desde os 10 anos

Nadador prudentino compete na Copa Brasil Masters, em Recife

VETERANO DAS ÁGUAS

  • 11/09/2019 08:57
  • OSLAINE SILVA - Da Redação

“Ficar entre os dois primeiros lugares”! Esta é a expectativa do nadador máster, Francisco Alencar, 68 anos, mais conhecido no meio esportivo como Fran, para a sua participação na Copa Brasil Masters de Natação, neste sábado e domingo, no Clube Português do Recife, em Recife (PE). O atleta, que competirá pela Apea (Associação Prudentina de Esportes Atléticos), na categoria 65+, nadará 50 m (metros) e 200 m costas e, 50 m e 200 m borboleta.

Fran, que nada desde os seus 10 anos de idade, garante que ainda que se tenha muita experiência toda competição dá um friozinho na barriga. “Quando não me emocionar, aí posso parar!”, exclama o veterano das piscinas, que já perdeu as contas de quantas medalhas e troféus conquistou ao longo de mais de cinco décadas. “Acho que beira umas mil medalhas e troféus [risos]”, comenta Fran.

Disciplinado, ele treina de segunda-feira a sábado, em torno de três horas, começando com uma caminhada no Parque do Povo e depois nadando, alguns dias na Apea e em outros na Fitbem. Além de musculação de leve.

“Eu gosto muito de nadar. A água além de rejuvenescer é um esporte que eu me sinto muito bem. Já pratiquei outros vários, mas a natação foi a modalidade que me adaptei melhor. Que me dá muito prazer”, frisa o nadador.

No começo de outubro, Fran já tem em sua agenda a eliminatória da terceira idade em Adamantina (SP). Depois, a final em Jundiaí (SP), no finalzinho do mesmo mês. “E de 31 de outubro a 3 de novembro, estarei no Brasileiro em Uberlândia [MG], e finalizando o ano competirei no Sul-americano em Assunção, no Paraguai”, revela Fran.