"Intrigas"

Mulher é detida após golpear outra com faca em Piquerobi

De acordo com a Polícia Civil, acusada confessou o crime e argumentou que agiu em legítima defesa; na tarde de ontem, ela foi encaminhada à Penitenciária Feminina de Tupi Paulista

THIAGO MORELLO - Da Redação • 07/04/2018 10:34:12

Uma mulher de 24 anos foi presa após agredir outra, de 34 anos, com golpes de faca, na noite de anteontem, em Piquerobi. “Discussões e intrigas” são itens que teriam motivado a ação da autora, segundo as informações da Polícia Civil da cidade. Na tarde de ontem, a suspeita passou por audiência de custódia, no Fórum de Santo Anastácio e, posteriormente, foi encaminhada à Penitenciária Feminina de Tupi Paulista.

Na noite da quinta-feira, no bairro Barra Funda, por volta das 19h, as duas iniciaram uma “briga”, com troca de agressões verbais, de acordo com a polícia. Logo em seguida, a autora supostamente teria “sacado” uma faca e atingiu o crânio e a perna da mulher. A intenção, ainda conforme a polícia, era golpear o pescoço da vítima, entretanto, ela conseguiu desviar com o braço.

A Polícia Militar foi acionada até o local e realizou a prisão da indiciada em flagrante pelo crime de tentativa de homicídio. Direcionada à delegacia, a suposta autora confessou o ato infracional e alegou que teria agido em legítima defesa. Ela permaneceu na carceragem local, até passar pelo Judiciário e ser enviada à unidade prisional. A polícia investiga o caso.

 

Mãe e irmão”

Durante a madruga do mesmo dia, mas desta vez na Alta Paulista, a Polícia Militar registrou um caso de lesão corporal e agressão culposa em Dracena. Na ocasião, um homem de 40 anos tentou agredir uma mulher e um jovem - mãe e filho - com um facão. A Polícia Militar foi acionada e, quando chegou ao local, o suspeito já estava desarmado e contido.

Conforme as informações das autoridades, as vítimas, que são familiares do agressor, relataram que o autor foi para cima deles com a arma e entraram em luta corporal. “O autor apresentava sinais de embriaguez, mas aparentemente estava tranquilo. Ele foi informado pela equipe policial que teria que ir até o plantão policial e neste momento aceitou e apenas pediu para lavar o seu rosto no banheiro”, completa a PM.

Porém, no cômodo da casa, ele se apossou de uma navalha e retomou as ameaças. Contudo, após 15 minutos de negociação, o homem se entregou ao policiamento e foi encaminhado à delegacia, onde permaneceu preso. O caso ocorreu no Jardim Brasília.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste