VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Mulher busca ajuda em hotel após apanhar e ser ameaçada de morte

Companheiro da vítima teria utilizado faca e facão durante discussão no estabelecimento comercial de propriedade do casal

  • 27/01/2020 12:10
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Um homem de 34 anos foi preso por ameaça, lesão corporal e violência doméstica em Presidente Prudente. No sábado, ele agrediu e ameaçou de morte a companheira, 52 anos, durante discussão no bar em que o casal é proprietário, na Vila Nova.

De acordo com a Polícia Militar, a equipe foi acionada para comparecer a um hotel onde a mulher procurou ajuda depois de ser agredida. Ela indicou onde estava o agressor, capturado enquanto saía do estabelecimento comercial.

Durante a abordagem, os policiais recolheram um facão e uma faca que, segundo a vítima, teriam sido utilizados pelo companheiro na briga.

PUXADA PELO CABELO

Conforme a Polícia Civil, a mulher relatou que “há muita discussão” entre eles porque o homem comercializa drogas no bar em que trabalham. No entanto, esta teria sido a primeira vez em que havia sido agredida.

Após receber “muitos tapas”, disse que tentou fugir, mas que o agressor a agarrou pelos cabelos e a puxou de volta. Na ocasião, o homem teria dito que mataria a vítima e o filho dela, caso fosse preso. Porém, a mulher contradizia afirmando que o denunciaria por tráfico de drogas.

Em certo momento, a vítima conseguiu se desvencilhar e buscou ajuda no hotel.

Interrogado, o homem negou os fatos, mas afirmou que no quarto do casal havia um vaso com a planta cannabis, que dá origem à maconha.

O acusado teve a prisão em flagrante decretada e ficou em cárcere, no aguardo da audiência de custódia.

Segundo a polícia, a mulher manifestou o desejo de imposição de medidas protetivas de urgência.