Sesc Thermas

Mr. Josh apresenta clássicos do blues e do soul, hoje

Da Redação • 05/05/2018 11:52:01

Foto: Glaucia Greggio - Banda já planeja seu primeiro trabalho próprio com as principais vertentes musicais

Hoje, uma banda formada por experientes músicos da noite paulistana, com 15 anos de estrada, apresenta clássicos do blues e do soul em que predominam composições próprias, com as influências de nomes como B.B. King, James Brown, Stevie Wonder, Ray Charles, Albert Colins e muitos outros mestres. A Mr. Josh sobe ao palco da Área de Convivência do Sesc Thermas, a partir das 16h, em um show pelo projeto Múltiplos Sons. A entrada é livre.

Após morar dois anos nos EUA, Josh, vocalista do grupo, teve a oportunidade de conhecer de perto a “fonte” dos estilos musicais americanizados, em centros como New Orleans, Chicago, Los Angeles, Texas e Nova Iorque, o que aprimorou sua bagagem musical.

Filho de mãe cantora de coral, aos 10 anos ele começou a estudar piano clássico e, a partir daí, adotou a música como parte de sua vida e rotina, o que resultou em um extenso mosaico musical.

Com apresentações rotineiras em unidades do Sesc, eventos corporativos, festivais, além de bares, pubs e casa noturnas, a banda já planeja seu primeiro trabalho próprio com as principais vertentes musicais que influenciaram seus músicos e seu público cativo.

 

Amanhã

Interpretando El Gran Enano, Mauro leva ao público toda a loucura de seu palhaço excêntrico, elétrico e realista, mostrando sua pesquisa na manipulação de balões e objetos, utilizando o teatro físico para a construção poética-visual.

H2oBoom” é uma mescla de água e explosões, no qual a bolas de ping-pong, engenhocas e mágica acontecem de maneira crescente, e a observação e as provocações do palhaço rompem a linha que separa o artista da plateia, possibilitando a todos entrar em seu jogo de cena.

Nascido em Montevidéu, no Uruguai, Mauro Cosenzo deu uma reviravolta em sua vida aos 18 anos quando conheceu o mundo dos artistas circenses urbanos e começou a arte do malabarismo. Logo após um tempo, descobriu sua facilidade e amor dentro de um palhaço, o qual o ajudou muito a movimentar-se na rua e a agradar o público com seu carisma.

Sua formação começou em 2007, no Uruguai, assistindo oficinas e cursos, assim como em seus estudos autodidatas. Isso lhe provocou um grande desejo de expandir seus conhecimentos e decidiu começar a viajar por outros países. Com pouca idade, alcançou um rápido desenvolvimento e paixão por cada técnica que optou, Clown e Malabares, que o levou a apresentar seus espetáculos em diferentes partes do mundo.

Ainda neste domingo, logo após o espetáculo, às 16h, as crianças obtêm formas ao acaso por meio da técnica de stoppage, na oficina Criando Stoppages, ministrada pela arte-educadora Carmo Malacrida, de Presidente Prudente (SP). Os pequenos têm a oportunidade de trabalhar com desenho a grafite e texturas, tendo como referência o artista visual francês Marcel Duchamp (1887-1968), que desenvolveu e utilizou a linguagem em sua obra.

Com AI

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste