Motoristas podem zerar pontos uma vez  ao ano

Prudente

| SANDRA PRATA - Especial para O Imparcial

No meio das mudanças de comportamento no trânsito, é válido destacar aquelas que já não são tão novas assim, mas que ganharam espaço para vigorar agora ao lado das novidades. Esse é o caso do benefício que diz respeito à pontuação na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) de motoristas profissionais, das categorias C, D e E. A reciclagem preventiva existe desde 2016 e auxilia os profissionais que dependem de automóveis para o “ganha pão” a não ficarem afastados de suas atividades para cumprir suspensões.

De acordo com o especialista de trânsito, Manoel Silva Félix da Costa, uma das formas de suspender o direito de dirigir de um cidadão é quando o mesmo atinge 20 pontos de infrações na carteira, todavia, graças à reciclagem, esse problema pode ser adiado. “Esse beneficio só pode ser utilizado uma vez ao ano e dá ao motorista a chance de, com 14 pontos na carteira, se dirigir ao órgão de origem da CNH e pedir uma reciclagem, ou seja, zerar a pontuação”, explica.

Para passar por esse processo de reciclagem, o condutor deve fazer um exame em formato de testes. Ao acertar ao menos 70% da prova sobre o trânsito, está apto a zerar os pontos, evitando a suspensão. “Outra forma de suspender o direito de dirigir de um motorista é caso ele cometa alguma infração grave, como dirigir embriagado. Nesta situação, a carteira pode ser suspensa antes mesmo de completar os 20 pontos”, explica Manoel.

Por motivos como esse, a reciclagem favorece aos profissionais do volante. O especialista afirma que é uma medida justa, pois, esses motoristas competiam de forma desigual com o cidadão que não depende de um automóvel. “Você vai trabalhar as 8h e sai as 18h, almoça na empresa, é diferente de um cidadão que trabalha 10, 12 horas dentro de um ônibus ou caminhão, a probabilidade de cometer a infração é maior”, finaliza

 

SAIBA MAIS

O especialista ressalta que poucos sabem, mas, ao ser notificado por uma penalidade de trânsito, o motorista tem direito a 20% de desconto no valor se o pagamento for efetuado dentro do prazo exigido. Além disso, existe a opção de aumentar essa vantagem para 40%, caso ele se inscreva no SNE (Sistema Nacional Eletrônico) e abra mão de todas as defesas prévias e de recursos administrativos. Essas possibilidades são válidas desde 2016.

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste