INVESTIGAÇÃO

Motorista de aplicativo é roubado e tem carro incendiado

Homem foi abordado por três indivíduos na Vila Verinha, e obrigado a dirigir ao distrito de Floresta de Sul; depois de abandonado em matagal, caminhou por 4 horas até chegar a Caiabu

  • 03/06/2019 15:34
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Na madruga de domingo, um motorista de aplicativo foi vítima de roubo após finalizar uma solicitação de viagem na Vila Verinha, em Presidente Prudente. Conforme a Polícia Militar, depois de abandonado em um matagal, o motorista caminhou até chegar a Caiabu, onde acionou o resgate. O carro da vítima foi encontrado incendiado, no distrito de Floresta do Sul.

O fato ocorreu depois que o motorista dirigiu por aproximadamente um quarteirão ao término da corrida. No boletim de ocorrência, a corporação militar relata que o motorista, 40 anos, foi rendido por dois indivíduos que chegaram em uma motocicleta, aparentemente, uma Honda/CG Titan, da cor escura.

No momento da abordagem, um rapaz que estava na garupa da motocicleta adentrou no carro e sentou no banco traseiro e, uma terceira pessoa, sentou ao lado do motorista. De acordo com a vítima, o homem que estava no banco de trás utilizava capacete. Com um canivete em mãos, desferiu golpes contra o tórax, braços e pernas do motorista, causando cortes superficiais na pele, exigindo que dirigisse ao distrito de Floresta do Sul.

Sem destino

Quando chegou a uma área próxima ao destino final, os autores ordenaram que o motorista entrasse em uma estrada de terra, onde percorreu cerca de 2 quilômetros. Em determinado trecho, os bandidos pediram para o homem parar o carro e descer. Diante das exigências, a vítima desceu do carro e correu para uma área de matagal, deixando com a dupla o aparelho celular, R$ 127 entre notas e moedas, bem como documento pessoal e cartão bancário.

A vítima disse que caminhou por aproximadamente 4 horas até chegar a Caiabu, onde buscou ajuda e acionou a Polícia Militar. Em conversa com os militares, relatou o fato e disse que durante o percurso que fez com o carro ao distrito, foi acompanhado por uma pessoa desconhecida na motocicleta.

Diante de informações sobre onde havia sido abandonado, os policiais se deslocaram ao matagal e encontraram o carro incendiado. A Polícia Civil não identificou suspeitos até a finalização do boletim de ocorrência, e trabalha na averiguação do fato.