Parte do IR Meta do Gepac é arrecadar R$ 1,5 mi em prol do FMDCA

 06/12/2017  - Da Redação

A A A

Há quase duas décadas, o Gepac (Grupo de Empresários e Profissionais Amigos da Criança) se mobiliza para sensibilizar pessoas físicas e jurídicas a destinarem parte do imposto de renda devido ao FMDCA (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), para ajudar a manter projetos voltados a crianças e adolescentes. A meta deste ano é ambiciosa: arrecadar R$ 1,5 milhão, superando em 15% os R$ 1,3 milhão angariados no ano passado. A campanha foi lançada oficialmente na manhã de ontem, no auditório da Receita Federal, em Presidente Prudente. 

O valor arrecadado tem crescido ano após ano, resultado do esforço de representantes do poder público, das entidades beneficiadas e, sobretudo, das empresas de contabilidade em conscientizar os clientes sobre a importância de reservar parte do IR para ajudar as entidades prudentinas.

Conforme a coordenadora do Gepac, Vera Moretti, pessoas físicas podem destinar até 6% do valor devido do imposto para o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), enquanto as empresas podem reservar 1%. “É importante ressaltar que não há qualquer despesa a mais para o contribuinte, porque se trata da destinação sobre o valor devido”, reforça.

O prefeito Nelson Roberto Bugalho (PTB) vê a iniciativa como “um gesto nobre de solidariedade”, não apenas dos membros envolvidos diretamente com o projeto, mas também da população que aceita colaborar. “Infelizmente, sabemos que a maior parte dos valores arrecadados em nossa cidade não retorna para cá. Ao destinar esses recursos ao fundo, temos a certeza de que o dinheiro será verdadeiramente revertido em ações que transformam a vida de nossa sociedade”, enfatiza. 
Ao todo, 25 entidades prudentinas são beneficiadas com recursos do imposto de renda, num total de aproximadamente 5 mil crianças e jovens atendidos.

Com Secretaria Municipal de Comunicação

 

SERVIÇO
A população tem até o mês de março para proceder à destinação de parte do imposto para o fundo, no entanto, a contribuição de 6% só é possível até o fim de dezembro. Além das próprias empresas de contabilidade, é possível solicitar pelo telefone 2104-1186 ou pelo site www.gepac.org.br. 

Comentário