Mesmo diante de adversidades é preciso sonhar

  • 16/01/2020 04:22
  • DA REDAÇÃO

Muito se fala sobre o verdadeiro significado da vida e a busca incessante pela felicidade. Mas, afinal, o que é preciso para ser feliz? Na correria do cotidiano, - em que parece mais que nos metemos em uma grande cilada, muitas vezes, sem tempo para refletir sobre a própria existência -, atropelamos sentimentos, nos afastamos do que realmente importa, e acabamos por enterrar nossos sonhos mais especiais, aqueles guardados lá no fundo do peito, os sonhos de infância.

Nas atribulações do dia a dia, chegamos a esquecer, até mesmo, da extrema relevância de nos mantermos saudáveis, longe de doenças. E quando caímos cansados, esgotados, doentes, percebemos o quanto a saúde é preponderante para o nosso bem-estar. Agora, imagina para quem não resta alternativa a não ser viver internado em um hospital, acamado. É um contrassenso, mas são justamente essas pessoas que mais dão valor à vida, e conseguem resgatar seus sonhos lá do íntimo. Esse é o caso do jovem Hemerson José Fercotto Dias, 15 anos, paciente do HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo de Presidente Prudente.

Internado na unidade de saúde há meses, por sofrer de uma síndrome que atinge os pulmões, ele sonha, desde menino, em integrar o Corpo de Bombeiros. E esses heróis do cotidiano, tão acostumados a salvar vidas e a se arriscar pelo próximo, fizeram mais uma vez a diferença. A corporação, representada pelo primeiro-sargento Rodrigo Cacciatore e pelo soldado Darci José Amorim do Amaral, ao saber do sonho de Hemerson e de sua condição, não hesitou em promover uma visita em grande estilo ao paciente.

Eles chegaram ao hospital com a viatura do Corpo de Bombeiros, e passo a passo ensinaram Hemerson sobre como é o trabalho realizado pela equipe. Como certeza este dia memorável jamais será esquecido pelo jovem, que mesmo diante de tantas adversidades continua a manter a chama de seu sonho de infância acesa. “Eu vejo muita gente cuidando de mim. Então, eu quero ter a oportunidade de cuidar de outras pessoas também”. Com certeza, Hemerson, você é um exemplo para todos nós!