Medicina paulista dá avanço importante em Botucatu

  • 13/11/2019 05:30
  • Contexto Paulista

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu fez de um procedimento inédito pelo SUS (Sistema Único de Saúde), a radioembolização, técnica que utiliza radiação para o tratamento de tumores e metástases hepáticas. O procedimento pode causar uma redução do tamanho do tumor, evitando que ele cause mais danos ao paciente. O paciente ficou internado por três dias até que a radioatividade baixasse a níveis seguros, e a seguir, foi liberado para voltar para casa. Considerado um tratamento de última geração, a radioembolização nunca foi realizada no SUS por envolver alto custo e exigir muita capacitação. No Brasil, apenas o Hospital Sírio Libanês utiliza esta técnica inovadora no combate ao câncer hepático.

Contra o preconceito

Segundo a docente da disciplina de Medicina Nuclear da FMB/Unesp (Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas da Universidade Estadual Paulista), Sônia Moriguchi, existe um estigma em relação ao uso da energia nuclear. “Toda vez que ouvimos sobre radiação nuclear, relacionamos o assunto a grandes catástrofes, como a Segunda Guerra Mundial, Chernobyl e recentemente em Fukushima. Nesses casos, a quantidade de radiação é bilhões de vezes maior da utilizada na área médica”, diz ela. “Mesmo sem ver a radiação, podemos medir exatamente os níveis da radioatividade e saber se a pessoa deve ficar em local próprio e evitar o contato com outras pessoas ou se já está pronta para voltar para casa”, complementa Moriguchi.

Vem aí o leite A2A2

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado anunciou que incentivará a produção do leite produzido por vacas A2A2. O alimento é de fácil digestão e atende às necessidades de pessoas intolerantes à beta casomorfina – 7 (BCM7), que é produto da digestão da caseína A1, uma proteína encontrada no leite que causa inflamação e desconforto gástrico e intestinal para uma parcela crescente da população. O Instituto de Zootecnia trabalha com um programa de melhoramento genético para formar um rebanho de vacas somente com o gene A2 (vacas A2A2) em qualquer raça, ampliando a oferta deste leite em todo o Estado.

Digestão facilitada

Segundo o pesquisador Anibal Eugênio Vercesi Filho, durante o processo de digestão no ser humano, o leite pode ser fator de risco para diabetes tipo 1, a arterioesclerose e a inflamação das mucosas gástrica e intestinal. “Quando se toma o leite A2, não há o risco de se ter esse problema, pois a sua digestão não forma essa substância”, diz ele. Apesar de terem sintomas parecidos, a intolerância à betacaseína A1 não tem a ver com a intolerância à lactose. Produtores de Franca, Ourinhos, Novo Horizonte, Araçatuba, Botucatu, Caconde e São João da Boa Vista se articulam, por meio do Plano Mais Leite Mais Renda, para viabilizar a produção deste leite.

Última hora

As inscrições do processo seletivo das Fatecs (Faculdades de Tecnologia) do Estado de São Paulo foram prorrogadas até esta quarta-feira às 15h e devem ser feitas pelo site www.vestibularfatec.com.br. Entre as novidades do vestibular para o primeiro semestre de 2020 estão três novas graduações: ciência de dados, na Fatec Ourinhos; gestão da qualidade, em Lins; e design de produto com ênfase em processos de produção e industrialização, na Fatec Tatuapé, na capital.

Investimentos no Estado

  • O Grupo Boticário anunciou esta semana novos investimentos em Registro, no Vale do Ribeira. A empresa ampliará o centro de distribuição do grupo, que desde 2010 já recebeu R$ 180 milhões em investimentos.
  • A fabricante de implementos 4Truck investiu R$ 1 milhão em uma nova fábrica em Guarulhos, próxima à rodovia Presidente Dutra. As instalações têm 12 mil metros quadrados. São quatro vezes maiores que a unidade anterior, na região de Cumbica.

Capital do Avião

Projeto de lei de autoria da deputada estadual Leticia Aguiar (PSL) declara São José dos Campos a "Capital Estadual da Indústria Aeroespacial - Capital do Avião". “Pelo histórico da cidade, receber o título já seria um importante reconhecimento, mas esse projeto também tem o objetivo de chamar a atenção do Estado Brasileiro para a necessidade de incentivo e capacitação da indústria aeroespacial brasileira para a competição global, além de fomentar o desenvolvimento tecnológico e impulsionar o setor no município, que é responsável pela geração de emprego e renda para toda a região", diz a parlamentar.

Casa da Mulher

O governador João Doria e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, inauguraram segunda-feira, a Casa da Mulher Brasileira, que prestará serviços para mulheres vítimas de violência. Localizada no bairro do Cambuci, na região central da capital, a entidade funcionará 24 horas por dia. É a primeira deste modelo no Estado de São Paulo e a sétima no país. As mulheres em situação de violência que procurarem o local encontrarão serviços de acolhimento e escuta qualificada por meio de uma equipe multidisciplinar.

Nova frente

A Assembleia Legislativa de São Paulo lançou a Frente Parlamentar em Defesa do Serviço Público, liderada pelo deputado Carlos Giannazi (PSOL).

Contexto Paulista

Contexto Paulista

Coluna desenvolvida pela Associação Paulista de Jornais

PUBLICIDADE