Manter tradições culturais é papel de todo cidadão

editorial

|

O mundo é constituído de histórias. De momentos, festas e tradições iniciados lá atrás, com fortes significados e conceitos. É essencial manter a chama de tudo isso bem acesa, para não se perder no tempo e, também, não tirar das próximas gerações o privilégio de vivenciar instantes tão importantes.

A palavra cultura, em uma de suas inúmeras definições, se trata de forma ou etapa evolutiva das tradições e valores intelectuais, morais, espirituais (de um lugar ou período específico); civilização. Cultura é uma expressão da construção humana. E isso deve ser mantido. Para sempre. Podemos entender como tudo aquilo que é construído pelo ser humano. Inclui os mitos, símbolos, ritos, todas as crenças, todo o conjunto de conhecimentos e todo o comportamento, entre outros.

À exemplo, a festa de Folia de Reis é algo marcante para muitas pessoas. É uma manifestação cultural religiosa festiva e classificada, no Brasil, como folclore; praticada pelos adeptos e simpatizantes do catolicismo, no intuito de rememorar a atitude dos Três Reis Magos - que partiram em uma jornada à procura do esconderijo do Prometido Messias, o Menino Jesus, - para prestar-lhe homenagens e dar-lhe presentes. Este diário trouxe uma matéria sobre a festa no sábado, mostrando a “luta” de grupos para manter viva a tradição, oriunda de pais, avós, bisavós... de antepassados. Muitos grupos se dissolveram pelo caminho. A região de Presidente Prudente foi sede de inúmeros, que acabaram com o tempo. Mas, é essencial manter viva as tradições para que, futuras gerações, tenham o prazer de conhecer a folia.

Assim também é, por exemplo, o carnaval. Festa tradicional, que atrai milhões de pessoas. Antes, salões fechados eram encharcados de suor de muitos que entravam ali para pular seu carnaval. Isso praticamente acabou, pois, este tipo de folia deu lugar às praias, ranchos, rios. No entanto, o tradicional desfile de rua permanece e deve, sim, ser valorizado pela sua tradição e importância cultural, além da atração turística para as cidades que proporcionam isso aos foliões.

É preciso amar a cultura, já que a identidade de um povo está na sua cultura. As tradições precisam ser compreendidas e espalhadas na medida em que elas merecem.

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste