Cotidiano

Maioria dos industriais vai investir este ano

Otimismo é a palavra-chave do relatório final de pesquisa com o empresariado industrial paulista feita pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) com mais de 500 empresas. Intitulada “Expectativas com o novo governo, avaliação de 2018 e perspectivas para 2019”, a pesquisa concluiu que 72,9% dos industriais do Estado pretendem aumentar a produção ao longo do ano, o que significa um crescimento de 12 pontos percentuais em relação ao ano passado (60,9%). Esse é o melhor resultado desde 2011, quando o índice ficou abaixo de 5

  • 16/02/2019 06:11
  • Contexto Paulista

Maioria dos industriais

vai investir este ano

Otimismo é a palavra-chave do relatório final de pesquisa com o empresariado industrial paulista feita pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) com mais de 500 empresas. Intitulada “Expectativas com o novo governo, avaliação de 2018 e perspectivas para 2019”, a pesquisa concluiu que 72,9% dos industriais do Estado pretendem aumentar a produção ao longo do ano, o que significa um crescimento de 12 pontos percentuais em relação ao ano passado (60,9%). Esse é o melhor resultado desde 2011, quando o índice ficou abaixo de 50% (40,8%). A decisão de aumentar a produção ainda no 1º semestre foi confirmada por 68,2% dos industriais paulistas, enquanto 67,2% esperam ampliar as vendas no mercado interno e 51,3% aumentar suas exportações. Outro resultado que chama a atenção refere-se ao emprego: 41,2% das empresas pretendem ampliar o quadro de funcionários ainda no primeiro semestre.

 

Carro zero bombando

Em 2018, o emplacamento de veículos zero quilômetro cresceu pelo segundo ano consecutivo no Estado, segundo o Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo). O aumento foi de 15,5% em relação ao ano anterior. Os números apresentavam queda desde 2013, mas a curva negativa foi interrompida em 2017, quando 767.708 veículos foram lacrados. Em 2018, o total saltou para 886.701 unidades, com destaque para caminhões, reboques e leves tipo 2 (micro-ônibus, utilitários e caminhonetes). Para a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), os dados representam a consolidação da retomada do crescimento e indicam a recuperação da economia. A expectativa dos fabricantes para 2019 é de mais um ano de crescimento da produção.

 

Investimento nas rodovias

Saiu a primeira concessão rodoviária do governo estadual neste ano. O novo lote vai de Piracicaba a Panorama, na divisa com o Mato Grosso do Sul. São 218 quilômetros atualmente operados pela Centrovias, do Grupo Arteris, cujo contrato vence este ano, mais 983 quilômetros operados pelo DER-SP (Departamento de Estradas de Rodagem).

 

Ciência paulista

O Instituto de Biociências da USP (Universidade de São Paulo) abriu caminho para a possibilidade de diminuir a fila de transplante de órgãos no Brasil. Prática conhecida como xenotransplante foi apresentada durante a Fapesp Week London, evento da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) que ocorreu nesta semana no Reino Unido. A técnica consiste no transplante de órgãos entre duas espécies diferentes no caso, o porco e o ser humano. Os órgãos dos suínos são semelhantes aos de humanos, mas seriam rejeitados se fossem transplantados hoje. A ideia é modificá-los para que se tornem compatíveis com o organismo humano, diz a professora Mayana Zatz, responsável pelo estudo.

 

Em tempo real

O serviço não é novo, mas em tempo de chuvas é sempre bom lembrar. A Defesa Civil de São Paulo conta com o serviço de mensagem no celular (SMS) para avisar diretamente os cidadãos sobre riscos de tempestades em todo o Estado. O cadastramento pode ser feito enviando um SMS para o número 40199 com o CEP da residência e de outros locais de interesse. O sistema de envio de SMS para alerta de desastres naturais é utilizado no Japão desde 2007 e funciona atualmente em mais de 20 países.

 

Nota do pedágio

Nem todos os motoristas sabem. Os usuários das rodovias paulistas que quiserem a nota fiscal da comprovação de pagamento do pedágio poderão retirar o documento via internet. O serviço é oferecido pelas 22 concessionárias que operam no Estado de São Paulo. O ticket entregue nas praças de pedágio já é suficiente para a prestação contábil de contas de despesas, mas quem quiser o comprovante pela internet, basta acessar o site da empresa e informar o CPF e dados do recibo do pedágio e do veículo.

 

Para menores, não

Os estabelecimentos comerciais não podem vender, oferecer ou entregar bebidas alcoólicas a menores de 18 anos. E deverão cuidar para que as bebidas não sejam consumidas por menores, mesmo acompanhados de pais, responsáveis ou qualquer outro adulto. Isso vale para bares, restaurantes, casas noturnas, casas de espetáculos, lanchonetes, padarias, lojas de conveniências, adegas, feiras, eventos e afins. No Estado de São Paulo, vigora a lei 14.592, de 19 de outubro de 2011, conhecida como a Lei Anti-álcool para Menores. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 0800 771 3541.

 

Focos da dengue

No mês de janeiro, foram registrados 4.595 casos de dengue no Estado de São Paulo. Sete cidades concentram 72% das notificações: Andradina (1.250 casos), Bauru (945), Araraquara (490), São José do Rio Preto (231), Barretos (155), São Joaquim da Barra (120) e Agudos (118).

 

Dinheiro “sujo”

Você sabia que mais de um bilhão de cédulas de dinheiro circulam em todo o Estado de São Paulo? Ao passar de mãos em mãos, as notas acabam sendo contaminadas por microrganismos prejudiciais à saúde, que podem ocasionar diarreia e infecções na pele, além de gripes e resfriados. A solução é higienizar as mãos com álcool em gel.