SOLIDARIEDADE

Mãe e filho criam campanha para arrecadar álbum

Valor para colar todos os cromos da primeira até a última página, segundo a Panini, vai de R$ 272,72 até R$ 560

JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial • 16/05/2018 20:10:09

Apaixonado por futebol, Matheus já arrecadou 12 álbuns para crianças. Foto: Cedida/Matheus Mello

Colocado como esporte do povo e acessível, muitas vezes o futebol reflete outra realidade para aqueles que são apaixonados pela modalidade, seja no alto preço dos ingressos, ou nos valores fora do normal das camisas que todo torcedor sonha em ter no guarda-roupa. Isso refletiu também na febre que antecede o maior evento da modalidade, a Copa do Mundo da FIFA. Mesmo ultrapassando os números de compras, relacionado aos eventos de 2010 e 2014, nem todos têm condições de colecionar o álbum e comprar as figurinhas da competição para se envolver na diversão como aqueles que, muitas vezes, já até completaram o livro desta edição. Por este motivo, a professora Andreia Martins e seu filho, Matheus Mello, criaram a campanha “Colecionando Sorriso”, com o objetivo de arrecadar álbuns e figurinhas para alunos que não têm condições financeiras de fazer parte de um dos momentos que marcam a vida daqueles que gostam da modalidade.

O valor mínimo para colar todos os cromos da primeira até a última página, segundo a própria editora Panini, é de R$ 272,72, sendo o máximo de R$ 560. Valor que foge da realidade de muitas famílias brasileiras. “A ideia surgiu quando minha mãe, que trabalha em uma escola municipal, percebeu a falta de oportunidade de alguns alunos em colecionar algo que marca muito a infância”, explica Matheus. A partir disso, o projeto saiu da imaginação para realidade. “Ela decidiu começar a pedir doações para amigos que têm filhos que colecionavam e eu comecei ajudar, mas a divulgação começou apenas na semana passada”, destaca.

A arrecadação está ocorrendo por meio das redes sociais e também por um número de telefone, sendo qualquer ajuda bem vinda. “Ainda está no começo, o primeiro passo é conseguir mais doações via redes sociais e pelo contato (18) 98159-5009”, enfatiza Matheus. Até o momento foram arrecadados 12 álbuns e figurinhas que já fizeram os organizadores da campanha perderem a conta. Mas a expectativa de número vai além do que já foi conquistado. “Todos os álbuns arrecadados já estão nas mãos das crianças, mas esperamos conseguir, no mínimo, de 30 a 40 álbuns, para ajudar as crianças a terem uma diversão a mais”, afirma.

Olhar caridoso

Sobre os apreciadores do esporte que vendem figurinhas raras pelo triplo do preço real dos cromos, Matheus entende que cada um faz o que quer, mas falta um olhar mais caridoso. “Acho que não é maldade, mas poderiam olhar um pouco para o próximo e para quem precisa, afinal Copa do Mundo e futebol são símbolos de união e integração de pessoas”, destaca.

Palmeirense e apaixonado por futebol, Matheus conta que o gosto pelo esporte vem desde pequeno e, por coincidência ou não, foi no colégio, mesma época em que estão aqueles que hoje ele ajuda. “Minha ligação com esporte é algo que vem desde pequeno, no colégio, além das coleções que sempre fiz, esse ano ao invés de só colecionar decidi doar meu álbum também”, destaca.

 

SERVIÇO

Para aqueles que se interessaram na ação, mais informações e contribuições podem ser feitas a partir do número de telefone (18) 98159-5000.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste