PÓS-VITÓRIA

Líder do grupo, Corinthians recebe Jalesense em casa

Depois de vencer o Lins fora de casa, técnico fala sobre entrar em campo com confiança e equilíbrio

THIAGO MORELLO - Da Redação • 03/11/2018 07:30:00

Confiança e equilíbrio. Em síntese, essas são as palavras que definem a expectativa do Esporte Clube Corinthians de Presidente Prudente, que entra em campo amanhã por mais uma rodada da Taça Paulista de Futebol. Líder do grupo B e com a vantagem de jogar dentro casa, o time recebe o Jalesense no Estádio Municipal Paulo Constantino, o Prudentão, às 16h.

A expectativa vem da fala do próprio técnico, Bruno Monteiro, que segundo ele, transcende para toda a equipe. “Muita confiança por parte de todo grupo de trabalho. Os resultados, a invencibilidade e a liderança propicia suporte para este momento que a equipe vivência hoje. Estamos trabalhando intensamente para domingo fazermos um grande jogo”, completa.

E para fazer um bom jogo, nada melhor do que treinar. O que tem sido feito diariamente, ainda de acordo com o treinador, a fim de buscar a perfeição dentro de campo. E aliado a isso, ele ressalta a vantagem de jogar em casa, principalmente no Prudentão, que para ele, é “a cara” do time. “Jogar no Prudentão nos traz vantagens pelo ótimo gramado que o estádio possui. No nosso modelo de jogo, buscamos um jogo mais posicional, com trocas de passes curtas, apoiadas e muita mobilidade, desde a fase inicial de construção. O Prudentão é a nossa casa”, avalia.

O que por sua vez, todo esse efetivo vai fomentar em um time “equilibrado e competitivo” dentro de campo e sabendo bem como se comportar nas diferentes fases do jogo, conforme Bruno.

E diferente porque não é a primeira vez que os times vão a jogo pelo campeonato. No primeiro turno, o Corinthians e o Jalesense entraram em campo, e desta vez na casa do adversário, finalizando em um resultado sem vantagem para ninguém: empate de 0 a 0. E questionado sobre a experiência anterior e o que ela poderia contribuir para um resultado divergente daquele, o técnico responde que a disputa foi bem atípica. “Tivemos o controle tendo a bola boa parte do jogo. Em alguns momentos saímos um pouco do nosso modelo de jogo devido às circunstâncias momentâneas, inclusive com o campo dificultando muito, o que acabou igualando em alguns raros momentos”, complementa.

Naquela conjuntura, foram 28 finalizações para o time prudentino, sendo 17 delas dentro da grande área. Com isso, Bruno ressalta que ataque teve, por isso a ideia é repetir. “Os números demonstram que construímos muito, porém não tivemos efetividade alguma”, lembra. Mas o que ajuda, de acordo com ele, é a vitória contra o Lins, na última rodada, que, como qualquer resultado positivo, traduz em um gás a mais. “Vitória gera ambiente harmonioso. Vitória gera tranquilidade”, enfatiza.

 

Experiência “fantástica”

Em números, o Esporte Clube Corinthians de Presidente Prudente pode se considerar o melhor do grupo B, uma vez que a própria tabela mostra isso. Líder, em quatro jogos o aproveitamento foi de três vitórias e um empate, o que equivale a 10 pontos. Além disso, há o saldo de oito gols, uma vez que o clube fez nove e tomou apenas um. Com isso, a equipe, ao lado do Rose`n Boys, tem a melhor defesa do campeonato.

A experiência “tem sido fantástica. Resultados no futebol geram confiança, ambiente harmônico e tranquilidade para trabalharmos. Temos um grupo de atletas com muito comprometimento e vontade de evolução. Esse momento mágico que o Corinthians vivência hoje, deve-se a todo grupo de atletas”, finaliza Bruno.

 

 

 

 

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste