José Reis - Campanha contra a Influenza A encerra hoje e último balanço apontava para cobertura em 83%

Foto: José Reis - Campanha contra a Influenza A encerra hoje e último balanço apontava para cobertura em 83%

ESTADO GRAVE

Laudo deve apontar causas de acidente na Raposo Tavares

Polícia Científica compareceu ao local, na Rodovia Raposo Tavares, para apurar as circunstâncias que resultaram na queda de motociclista de 33 anos

  • 15/06/2019 04:32
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

A Polícia Científica compareceu ao km 568 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Prudente, para apurar as circunstâncias que resultaram na queda ao solo de um motociclista de 33 anos, socorrido inconsciente. Após os exames feitos no local do acidente, os peritos deverão investigar as causas e registrar no laudo pericial. A vítima foi socorrida em estado grave ao HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo que, por meio de nota encaminhada a este diário, informou que o paciente recebe os cuidados da equipe médica e multiprofissional.

O acidente ocorreu por volta de 13h50, no km 568 + 300 metros da Raposo Tavares. De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o homem trafegava com uma motocicleta de alta cilindrada da marca Buell, no sentido Álvares Machado a Regente Feijó. Ao atingir o quilômetro citado, teria perdido o controle de direção e caído ao solo. Diante da queda, o veículo e o motorista deslizaram na pista e pararam próximos à barra de proteção do canteiro central. Conforme apurado pela equipe policial, a princípio, o acidente envolveu apenas a motocicleta.

Depois de queda, unidades do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar Rodoviária estiveram no local e prestaram os primeiros atendimentos ao motociclista. Quando os socorristas chegaram, o condutor já estava desacordado. De acordo com a corporação militar, o fluxo de veículos ficou parcialmente impedido no sentido capital, para preservar o trabalho das equipes de socorro. Até o fechamento desta edição, o estado de saúde do homem ainda era considerado grave.