COTIDIANO

Laudério Leonardo Botigelli

  • 26/07/2019 04:16
  • Maria Angélica Amoriello Bongiovani

O altruísta Laudério Leonardo Botigelli completou 90 anos de vida. Uma personalidade marcante, instigante, sonhadora e determinada. Exemplo para todos e uma lição de vida para qualquer profissional atuante em Presidente Prudente e região. De genética invejável, fertiliza técnica e teoria, culminando com a prática seguindo com realização e êxito. É um pouco de tudo: arquiteto, construtor, marqueteiro, publicitário, comerciante, propagandista, alma de padre, espírito médico, empresário, especialista em massas italianas, contador, administrador, fazendeiro, pecuarista, etc. Deve ter sido um grande orgulho, diante de seus pais e esposa. Como pai, avô, bisavô, sogro e um grande patrão, destaca-se como modelo, além de grande mestre em dar exemplos com suas ações no dia a dia.

Penso que deve ter funcionários muito antigos e queridos, considerados parceiros, aliados em comunhão com seu progresso. Como disse o cantor Daniel: “o sensacional é ser simples”. Mario Quintana, em seu poema, cita uma frase que lembra Laudério Leonardo Botigelli em seu silêncio andante e rotineiro pela vida. “Viver é acalentar sonhos e esperanças fazendo da fé a nossa inspiração maior. É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz”.

O sucesso realmente é silencioso, em nenhum momento faz parte o barulho. Foi casado com Tilda Botigelli, como diz Sinomar Calmona, sua paixão eterna. Dessa relação amorosa nasceram Liane, Luizinho, Lorival e Laudério Júnior. Viúvo, inaugurou uma ala no Instituto do Coração da Santa Casa, em dezembro de 2007, chamada Unidade Coronariana Tilda Botigelli, homenageando a grande dama, também artista plástica, esposa e mãe excepcional. Sendo artista, Tilda, antes de falecer, deixou uma obra inacabada, em óleo sobre tela, inspirando, intuindo e simbolizando continuidade para toda a família, à sua “obra” inacabada, a obra de viver, em sua ausência.

Liane Botigelli, sua filha, é considerada por Laudério sua “segunda mãe”. Zelosa, cuidadosa, amorosa, temerosa, segue cuidando dele como se fosse seu “filho”, protegendo de forma ininterrupta. Considero que há uma “terceira mãe”, também chamada Liane, que é a marca, constituindo toda a gama de empresas, afunilando numa palavra chamada “trabalho”. Até hoje Laudério Leonardo Botigelli desperta ao amanhecer com projetos, ideais e sonhos, seguindo a mesma rotina de muitos anos. Espírito empreendedor e com insights pipocando todo dia. É dinâmico, criativo e com impulso de vida. Parabéns ao Laudério Leonardo Botigelli. Você é um grande presente para a cidade de Presidente Prudente.

ÚLTIMAS DO AUTOR

Maria Angélica Amoriello Bongiovani

Maria Angélica Amoriello Bongiovani

Maria Angélica Amoriello Bongiovani é psicóloga clínica, psicanalista e membro da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo.

Contato: angelicabongiovani@stetnet.com.br

PUBLICIDADE