Justiça Eleitoral convoca 2.188 mesários em Prudente

Notificação aos que vão prestar o serviço encerrou ontem e treinamentos devem ocorrer no mês de setembro nas 2 zonas eleitorais

GABRIEL BUOSI - Da Redação • 09/08/2018 05:47:00

Em Prudente, 2.188 eleitores prestarão serviço de mesário. Foto: Arquivo

Ontem foi o último dia para que os munícipes que vão trabalhar como mesários nas Eleições Gerais de 2018 fossem convocados por parte da Justiça Eleitoral. Em Presidente Prudente, 2.188 pessoas foram convocadas, sendo 1.058 pelo Cartório da 101ª Zona Eleitoral e 1.130 pelo Cartório da 402ª Zona Eleitoral. De acordo com o governo do país, todos os eleitores maiores de 2018 podem ser convocados, desde que estejam em situação regular com a Justiça Federal, e todos possuem o direito à dispensa do trabalho pelo dobro de dias em que prestou o serviço.

Conforme dados do portal de notícias do Governo do Brasil, cerca de 2 milhões de eleitores foram convocados até ontem para que trabalhem como mesários nas eleições. Além de estarem com a situação regularizada junto à Justiça Federal, há a determinação, no que diz respeito ao convocado, de que ele não seja candidato a nenhum dos cargos pleiteados ou que tenha parentesco consanguíneo e por afinidade até segundo grau com nenhum deles.

O governo esclarece ainda que entre as tarefas do mesário estão, por exemplo, as funções de compor as mesas de votos, receber os eleitores, coletar assinaturas e impressões digitais, fiscalizar as eleições e demais tarefas de logística e organização. “Aqueles cidadãos que trabalharem como mesários têm direito à dispensa do serviço pelo dobro de dias e ao desempate em concursos da Justiça Eleitoral, quando prevista essa possibilidade no edital”, informa.

No Cartório da 101ª Zona Eleitoral, conforme o responsável pela unidade, Fabiano Segalla, 1.058 pessoas foram convocadas, antes mesmo do término do prazo que era ontem, sendo que elas devem realizar a função “mais importante” realizada pela Justiça Eleitoral. “Costumo dizer aos mesários, durante os treinamentos, que essa é uma experiência de serviço público bem sucedido, já que se trata de uma função importante, e por saber que eles que vão ajudar com que as eleições, de fato, ocorram”, esclarece. Fabiano diz ainda que muitos estão desanimados com o atual cenário da política, o que pode fazer com que não deem o devido valor à função, mas ressalta que a maior parte possui a consciência da importância que é o ato à organização da sociedade.

Treinamentos

Os treinamentos da unidade ocorrem nos dias 18, 19, 20, 25 e 27 de setembro, às 18h, no Centro Cultural Matarazzo, e cada candidato, ao receber a carta de convocação, já é informado sobre quando será o seu treinamento. “Na prática não existe a opção de participar ou não, caso seja convocado, pois este é um serviço público obrigatório. Caso haja algum imprevisto, o mesário pode procurar com antecedência a unidade e solicitar a dispensa, que será analisada por um juiz”, explica. “Em caso de pessoas que não comparecem, elas estão sujeitas a um processo de mesário faltoso e que pode gerar uma multa de acordo com a renda da pessoa e a suspensão no serviço por 30 dias, em caso de funcionários públicos”, explica Fabiano.

Já no Cartório da 402ª Zona Eleitoral, 1.130 mesários serão convocados, sendo quatro por seção, e os treinamentos devem ocorrem em dois sábados do mês de setembro em quatro turmas, durante a manhã e a tarde, nos dias 15 e 22 de setembro. “Há a possibilidade de o treinamento ser feito à distância pelo site do TSE [Tribunal Superior Eleitoral], e isso ocorre no mês de agosto. O mesário tem participação de suma importância, já que atua nas seções eleitorais para orientar o eleitor, garantindo sua tranquilidade para que ele possa exercer a sua cidadania de forma plena”, explica a técnica judiciária, Rosemeire Nunes de Souza.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste