João Paulo Barbosa: Lucas Kunzi, Wilson Kunzi, Fábio Freitas, Matheus Francisco, Diego Machado, Luiz Henrique Santana e Diego Andreasi

Foto: João Paulo Barbosa: Lucas Kunzi, Wilson Kunzi, Fábio Freitas, Matheus Francisco, Diego Machado, Luiz Henrique Santana e Diego Andreasi

INTEPP TEM NOVAS EMPRESAS INCUBADAS

Projetos compreendem sistemas administrativos, agendamento de consultas e metodologias ativas

  • 01/03/2020 05:55
  • DA REDAÇÃO

Entre o final do ano passado e começo deste ano são três novas empresas recebidas pela Intepp (Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente), conforme anuncia a diretoria, que conta que atualmente está abrigando 14 empresas em sua sede, no campus II da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista). Os novos projetos envolvem seis egressos da Fipp (Faculdade de Informática de Presidente Prudente).

De acordo com o gerente da incubadora, Diego Andreasi, uma empresa já tem nome definido e os das outras duas estão em análise, mas os projetos já estão em pleno andamento, todos de caráter estritamente empreendedor. A KNZ Sistemas trabalha com o desenvolvimento de softwares para pequenas e médias empresas desenvolvendo cadastro de clientes, controle de estoque, entre outros serviços. São sócios o professor Wilson Kunzi e seu filho Lucas Kunzi.

Em uma das empresas ainda sem nome é desenvolvido projeto para organizar em uma única plataforma diversas ferramentas de metodologias ativas. O trabalho e a sociedade envolvem Diego Souza Machado e Luiz Henrique do Espírito Santo Santana. A proposta é melhorar a aplicação em processos de ensino e de aprendizagem, facilitando o uso de duas ou mais metodologias simultaneamente.

Na terceira empresa é trabalhada plataforma de agendamento de consultas e serviços, a exemplo de consultórios médicos e odontológicos, além de salão de beleza. Estão empenhados nesse projeto de automatização de programação de agenda Fábio Alexandro Santos de Freitas, Matheus Francisco Ferreira dos Santos e Felipe Massaki Tatizawa.

O pró-reitor de pesquisa, pós-graduação e extensão da Unoeste, Dr. Adilson Eduardo Guelfi, que também faz parte da diretoria da Intepp, avalia como muito positivo o momento vivido pela incubadora na condição de fomentadora de novas empresas que irão fazer o mercado melhorar, com novos produtos e mais empregos, renda, desenvolvimento econômico e desenvolvimento social.

Outro aspecto positivo apontado pelo pró-reitor está na relação da Intepp com vários parceiros, incluindo a Unoeste, que proporciona um diferencial à incubadora por ser uma das maiores promotoras do empreendedorismo em todo o oeste paulista. No entendimento de Guelfi, esse modelo precisa ser replicado nas cidades da região para que tenham desenvolvimento econômico e social por meio do empreendedorismo.