Isadora Crivelli - Pela cidade já é possível ver alguns dispositivos instalados

Foto: Isadora Crivelli - Pela cidade já é possível ver alguns dispositivos instalados

FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA

Instalação de radares entra na fase final

Desde o fim de janeiro, a Splice Indústria, Comércio e Serviços, empresa que venceu a licitação para realizar o serviço, iniciou a implantação dos dispositivos

  • 19/02/2020 05:38
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

Desde o fim de janeiro, a Splice Indústria, Comércio e Serviços, empresa que venceu a licitação para realizar o serviço de radares em Presidente Prudente, iniciou a implantação dos dispositivos pela cidade. Nos próximos dias, a instalação entra na fase final, pensando na conclusão dos 19 pontos a receber os aparelhos.

Conforme informações da Prefeitura, por meio do cronograma apresentado no início do serviço, restam agora, receber a implantação, os pontos que ficam nas avenidas Coronel José Soares Marcondes, na altura do nº 3.657; Miguel Damha, nº 225 + 300 metros; e na Brasil, nº 3.020.

E como já noticiado por este diário, a Semob (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana) estima que tal trabalho seja finalizado ainda no começo de março. Uma vez isso ocorrendo, ainda de acordo com a pasta, a empresa dará início, então, nas aferições dos aparelhos, a fim de verificar se há alguma irregularidade ou não.

Somente após isso é quando os aparelhos serão ligados. E assim que isso ocorrer, eles ficarão em fase de testes por 15 dias. “Nesse período não haverá aplicação de multas, pois será utilizado para a adaptação dos motoristas”, informou o secretário da pasta, Adauto Lucio Cardoso, assim que o trabalho foi iniciado na cidade.

Ao todo, como mencionado, serão 17 controladores eletrônicos, radares, que terão velocidade máxima permitida de 60 km/h (quilômetros por hora). Além deles, haverá também a implantação de duas lombadas eletrônicas, com limite de 40 km/h.