Impresso promove interação do aluno com a realidade social

  • 05/02/2019 08:00
  • O Imparcial na Escola

EM Antonio Moreira Lima

Diretora: Neide A.S. Pereira

Orientadora Pedagógica: Leonice C. Prado

Ao utilizar o jornal como recurso didático o professor promove a interação do aluno com a realidade social, e o coloca na vivência e reflexão da atualidade, tornando um ser ativo e consequentemente participativo desta realidade. Na Escola Municipal Antonio Moreira Lima todas as salas (do 1º ao 5º ano) utilizaram o jornal como complemento a prática pedagógica com a promoção da leitura que agrega valor ao processo de ensino aprendizagem ampliando a compreensão dos conhecimentos da região e do mundo.

 

 

Autoestima elevada

As crianças têm grande necessidade de serem reconhecidas e valorizadas e, através deste meio de comunicação, onde têm a oportunidade de verem suas atividades publicadas, sentem-se com a autoestima elevada, estimulando-os a escreverem e a produzir de forma significativa e prazerosa.           Diante disso, esta unidade escolar vem realizando um trabalho com este suporte que reúne variados gêneros textuais que auxiliam no desenvolvimento das atividades curriculares.

 

Conhecimento

As professoras aproveitaram conteúdos e temáticas que fazem parte do currículo escolar assim como fatos que aconteceram recentemente e que são de interesse de toda a sociedade para desenvolver o trabalho.

Todas trabalharam apresentando o jornal para os alunos a fim de que conhecessem como é organizado, as partes que o compõem, as etapas de elaboração de um jornal, a familiarização com seus diferentes gêneros textuais e realizaram atividades específicas de acordo com a faixa etária e ano dos alunos.

 

Prática

Com 1º ano C, a professora Jessika Naiara S. Orlandi, a prática de uso do jornal se deu em continuidade das atividades trabalhadas com o livro didático sobre medida de tempo e temperatura. A professora levou os alunos para área externa, selecionou os jornais da semana, explorando os dias da semana, comentou sobre a previsão do tempo propondo que pesquisasse no jornal, qual era a temperatura mínima e máxima, voltaram para sala registraram na lousa a temperatura da semana, colocando os dias e comparando qual dia fez mais calor, mais frio. Desta forma os alunos assimilaram a diferença entre medida de tempo e temperatura consolidando o conteúdo trabalhado no livro didático.

 

Pesquisa

Em consonância ao conteúdo trabalhado com os alunos a respeito da identificação e separação dos substantivos simples e próprio, os alunos do 2º ano B, professora Andressa Pichinini realizaram uma pesquisa de diferentes nomes e posteriormente separaram-nos de acordo com sua classe, finalizando o trabalho com um cartaz, que evidencia as características dos grupos trabalhados. Houve discussões orais, exploração do jornal, organização das palavras e contextualização oral das características de cada grupo.

O 3º ano D, professora Renata Daniela S. de Cristo elaborou um texto coletivo a partir de uma notícia promovendo a função social da escrita, leitura, interagindo com o meio e compreendendo tudo que está ao seu redor.

 

Leitura

Após leitura da matéria “70% dos atendidos pelo Creas são vítimas de violência física” do dia 29/11/2018 para garantir uma leitura de fato compreensiva – para que o aluno saiba se posicionar diante do que leu a professora desenvolveu a roda de jornal, situações de leitura compartilhada e leitura individual em seguida os alunos do 4 º A, professora Renata Grillo produziram a carta de leitor.

 

Carta de leitor

 

Presidente Prudente, 29 de novembro de 2018

Prezado editor do Jornal “O Imparcial”

 

Após leitura da matéria “70% dos atendidos pelo Creas são vítimas de violência física”, concordamos que crianças e adolescentes necessitam da ajuda desse órgão para combater as violências: física, sexual, psicológica e negligência.

Acreditamos que o trabalho desenvolvido pelo Creas é importante para que se cumpra os Direitos de crianças e adolescentes da nossa cidade.

É triste saber que a faixa etária com maiores vitimas são crianças de 5 e 6 anos e na fase de pré-adolescência e que no dia a dia situações de agressão estão piorando cada vez mais.

Sendo assim, sabemos que as crianças necessitam de cuidados especiais, principalmente por parte de seus responsáveis.

Parabenizamos o jornal por tratar de um assunto importante e delicado.

 

Atenciosamente,

 

Alunos 4º ano A, professora Renata Grillo

ÚLTIMAS DO AUTOR

EM PADRE EMÍLIO BECKER

  • 16/04/2019 11:00

EM “DR. PEDRO FURQUIM”

  • 02/04/2019 10:00
O Imparcial na Escola

O Imparcial na Escola

O Imparcial na Escola é um programa socioeducativo, idealizado por esta folha, de responsabilidade social, com objetivos múltiplos dentro do campo da educação, com fomentos à leitura, à escrita, à criticidade, entre outros, aplicando o conteúdo deste diário em sala de aula de forma multidisciplinar e tratando de temas transversais: ética, cidadania, direitos e deveres.

PUBLICIDADE