José Reis - Suposto atropelamento ocorreu na noite de sexta-feira

Foto: José Reis - Suposto atropelamento ocorreu na noite de sexta-feira

INVESTIGAÇÃO

Idoso é encontrado com o crânio esmagado no Terminal Urbano de Presidente Prudente

Suspeita é de que a vítima tenha sido atropelada; uma testemunha relatou ter visto o homem momentos antes de ser encontrado morto

  • 21/09/2019 08:31
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Um homem de 60 anos foi encontrado morto no Terminal Rodoviário Urbano de Presidente Prudente. De acordo com a Polícia Civil, ele estava caído ao solo com esmagamento craniano. A suspeita,segundo a polícia, é de que ele tenha sido atropelado na noite de ontem. Em depoimento, uma testemunha afirmou ter visto a vítima momentos antes de ser encontrada morta.

No boletim de ocorrência, um motorista de ônibus relatou que fazia o itinerário Alto da Boa Vista – Jardim Planalto, quando entrou no terminal para desembarcar e embarcar passageiros. Na sequência, seguiu com o trajeto.

Mais tarde, o condutor do coletivo passou novamente pelo local, quando foi abordado pela Polícia Militar e informado sobre o atropelamento. Na ocasião, afirmou aos policiais que “não viu nada” e que “não atropelou ninguém”.

No entanto, a Polícia Científica foi ao endereço e realizou o trabalho de perícia. Também esteve no local um representante da empresa de transportes. De acordo com a polícia, ele disse que existe uma câmera focada na frente do veículo, a qual poderá ser acessada.

Testemunha

Durante a elaboração do boletim de ocorrência, uma pessoa informou aos militares que estava no coletivo e que teria visto uma pessoa caminhando nas proximidades. A testemunha afirma não ter visto o atropelamento, mas que quando soube do fato, retornou ao local e verificou que a vítima era a mesma pessoa que viu momentos antes passando na rua.

Em nota, a Prudente Urbano informou que “não há nenhum indício que o indivíduo foi atropelado por algum ônibus da empresa”.

“A empresa está acompanhando e colaborando nas investigações da polícia para que sejam esclarecidos os fatos”, salienta.