Arquivo - Dentro das cidades que tiveram destaques positivos está Prudente, que passou de 227.072 para 228.743 habitantes

Foto: Arquivo - Dentro das cidades que tiveram destaques positivos está Prudente, que passou de 227.072 para 228.743 habitantes

EM CRESCIMENTO

IBGE aponta aumento populacional em 45 cidades

Estudo divulgado ontem revela que os municípios da região de Presidente Prudente ganharam 4.296 moradores em um ano, totalizando uma população em 895.426

  • 29/08/2019 04:01
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou ontem as estimativas populacionais do Brasil com o dia 1º de julho de 2019 como data de referência para o levantamento. Na 10ª RA (Região Administrativa) do Estado de São Paulo, que é a região de Presidente Prudente, 45 das 53 cidades apresentaram um aumento populacional, sendo que o saldo final é de uma elevação de 4.296 moradores, totalizando uma população regional de 895.426 pessoas.

No ano de 2018, conforme já noticiado por este diário, a estimativa populacional era de 891.130 moradores na 10ª RA, o que faz com que seja apresentada a reação em questão, que representa 0,48%. Das 53 cidades, apenas oito registraram uma retração (veja os saldos negativos na tabela). De acordo com o sociólogo Luiz Antonio Sobreiro Cabrera, todas as sociedades apresentam processos migratórios, ou seja, se desloca em sua história de um lugar para outro, o que revela um comportamento “dentro da normalidade” na região.

“É uma porcentagem pequena se analisarmos, mas que revela um fluxo migratório normal, principalmente nas sociedades que ainda estão em processo de desenvolvimento econômico, como é o caso do Brasil”, ressalta o especialista. A densidade de nascimentos também pode ser uma variável, mas, para ele, não é o fator principal de aumento da população. “Poderíamos ter um fluxo maior, mas os dados revelam que nossa região não teve força econômica para atrair este público”. A expectativa para os próximos anos, de acordo com o sociólogo, será influenciada por políticas públicas que “devem ser pensadas e que estão por vir”.

Panorama regional

Dentro das cidades que tiveram destaques positivos está Presidente Prudente, que passou de 227.072 para 228.743, um aumento populacional de 1.671 moradores. Para o secretário municipal de Planejamento, Desenvolvimento Urbano e Habitação, Luiz Abel Gomes Brondi, o resultado “muito tem a ver” com o reflexo de desenvolvimento da cidade e que, como um polo regional, tem sido referência na educação, saúde e busca de empregos. “Acredito que o diferencial é a qualidade de vida ofertada aqui, com uma segurança que agrada e um povo hospitaleiro que acolhe”.

Já dentro das cidades com desempenho em queda está Rosana, que teve uma retração populacional de 17.015 para 16.643 pessoas. “O município passa por uma adaptação, e a perda populacional não quer dizer perda de dinamismo econômico”. Isso porque, conforme a Prefeitura, como forma de exemplo, a extinção da construção de barragens fez com que muitos moradores deixassem a cidade em busca de novas construções.

“Temos trabalhado em ações para o futuro de Rosana, e uma delas é a instalação da Fecularia Amidos Primavera, que irá gerar direta e indiretamente 500 empregos. Além disso, com a classificação da cidade como MIT [Município de Interesse Turístico], estamos transformando Rosana em um grande polo turístico, pois a criatividade nasce da necessidade”, aponta a Prefeitura.

ESTIMATIVA POPULACIONAL
MUNICÍPIO 2018 2019 VARIAÇÃO
%
Adamantina 35.023 35.068 0,128
Alfredo Marcondes 4.147 4.166 0,458
Álvares Machado 24.830 24.915 0,342
Anhumas 4.085 4.115 0,734
Caiabu 4.190 4.191 0,024
Caiuá 5.800 5.874 1,276
Dracena 46.536 46.793 0,552
Emilianópolis 3.202 3.214 0,375
Estrela do Norte 2.762 2.766 0,145
Euclides da Cunha Paulista 9.419 9.371 -0,510
Flora Rica 1.499 1.464 -2,335
Flórida Paulista 14.486 14.640 1,063
Iepê 8.124 8.159 0,431
Indiana 4.892 4.885 -0,143
Inúbia Paulista 3.963 3.991 0,707
Irapuru 8.261 8.294 0,399
Junqueirópolis 20.524 20.679 0,755
Lucélia 21.604 21.747 0,662
Marabá Paulista 5.757 5.853 1,668
Mariápolis 4.077 4.084 0,172
Martinópolis 26.289 26.461 0,654
Mirante do Paranapanema 18.178 18.259 0,446
Monte Castelo 4.166 4.166 0,000
Nantes 3.103 3.141 1,225
Narandiba 4.809 4.857 0,998
Nova Guataporanga 2.308 2.316 0,347
Osvaldo Cruz 32.754 32.879 0,382
Ouro Verde 8.503 8.562 0,694
Pacaembu 14.130 14.197 0,474
Panorama 15.690 15.777 0,554
Pauliceia 7.274 7.366 1,265
Piquerobi 3.685 3.692 0,190
Pirapozinho 27.295 27.527 0,850
Pracinha 3.971 4.093 3,072
Presidente Bernardes 13.190 13.106 -0,637
Presidente Epitácio 44.006 44.200 0,441
Presidente Prudente 227.072 228.743 0,736
Presidente Venceslau 39.448 39.516 0,172
Rancharia 29.688 29.707 0,064
Regente Feijó 20.124 20.261 0,681
Ribeirão dos Índios 2.227 2.225 0,09
Rosana 17.015 16.643 -2,186
Sagres 2.435 2.432 -0,123
Salmourão 5.262 5.300 0,722
Sandovalina 4.248 4.302 1,271
Santa Mercedes 2.935 2.939 0,136
Santo Anastácio 20.889 20.878 -0,053
Santo Expedito 3.086 3.111 0,810
São João do Pau d'Alho 2.111 2.105 -0,284
Taciba 6.240 6.285 0,721
Tarabai 7.395 7.468 0,987
Teodoro Sampaio 23.019 23.148 0,560
Tupi Paulista 15.404 15.495 0,591
TOTAL 891.130 895.426 0,48
Fonte: IBGE