Assistência médica

Iamspe e santa casa negociam manutenção de contrato

Embora hospital afirme ainda não ter recebido resposta, instituto relata estar em tratativas com a unidade, a fim de preservar os serviços

ANDRÉ ESTEVES - Da Redação • 07/12/2018 09:48:00

Com a proximidade do fim do contrato firmado com o Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual), programado para o dia 15 deste mês, a Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente já demonstrou ao órgão o interesse de renová-lo. Embora o hospital afirme ainda não ter recebido uma resposta, o instituto expõe estar em tratativas com a unidade a fim de manter a continuidade dos serviços prestados aos usuários da região. Demais informações, no entanto, só poderão ser divulgadas após o encerramento das negociações. A manutenção do contrato possibilitará que 14.208 pessoas permaneçam beneficiadas pelo atendimento. Hoje, a rede implantada em Prudente oferece mais de 80 serviços médicos, entre hospital, policlínicas e laboratórios clínicos e de imagem, além do Ceama (Centro de Atendimento Médico-Ambulatorial).

Conforme noticiado por este periódico em setembro, representantes da santa casa se reuniram naquele mês com uma comissão de servidores públicos, que manifestaram na ocasião a sua preocupação com o encerramento do contrato e reivindicaram um aumento do teto financeiro repassado para a assistência médica na região. O instituto mencionou, na época, que investe R$ 700 mil por mês no serviço. O hospital, no entanto, pleiteou o dobro da cifra, o que significaria uma transferência mensal de R$ 1,4 milhão. A reportagem questionou ao órgão a possibilidade de reajustar o valor, contudo, não obteve resposta para a pergunta.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste