JUNQUEIRÓPOLIS

Homem incendeia carro após desacordo comercial

Indivíduo acusado, 23 anos, relatou que a vítima não havia pagado a dívida de compra do veículo, o que resultou no crime 

  • 21/03/2019 18:52
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Um homem de 23 anos foi preso na noite de ontem, depois de incendiar um veículo que estava estacionado na Rua Recife, Jardim Paulista, em Junqueirópolis. Em depoimento à polícia, ele alegou ter praticado o crime devido a um desacordo comercial com a vítima, 43 anos, atual proprietária do carro.

De acordo com a corporação, os militares foram informados pela denúncia de que os supostos autores do incêndio estariam tentando deixar o local dos fatos em outro veículo. Durante patrulhamento pelas imediações, localizaram o rapaz de 23 anos que, conforme as testemunhas, seria um dos acusados. A princípio, ele negou a autoria do incêndio.

No entanto, segundo a corporação, acabou confessando que ateou fogo no veículo devido a um desacordo comercial com o atual proprietário. Segundo ele, a vítima não havia pagado o restante do valor combinado referente à venda do carro e, diante disso, teve a iniciativa de praticar o crime.

Problema mecânico

Conforme relatou aos militares, os dois rapazes que estavam com ele não tiveram participação, uma vez que eles teriam ajudado a empurrar o próprio veículo, Ford/Verona lx, que apresentou problema mecânicos. Diante do fornecimento de informações dos acusados, os policiais continuaram com as diligências e encontraram apenas um deles.

Na Delegacia de Polícia Civil, o acusado recebeu voz de prisão em flagrante por incêndio criminoso, e permanece à disposição da Justiça. De acordo com a polícia, foram apreendidos dois galões de combustível vazios, encontrados no porta-malas do veículo.