Sem autorização

Homem é multado em R$ 16,5 mil por crime ambiental

Proprietário de estabelecimento realizou corte de 16 árvores sem a devida documentação; outras 39 foram supostamente envenenadas

ROBERTO KAWASAKI - Da Redação • 08/08/2018 15:42:00

Espécies nativas foram cortadas sem a devida autorização do órgão ambiental. Foto: Polícia Militar Ambiental

Em São João do Pau D’Alho, a Polícia Militar Ambiental multou um morador do município em R$ 16.500, por corte e suposto envenenamento de árvores nativas sem a devida autorização. O fato ocorreu na terça-feira, quando uma denúncia anônima informou a prática do delito. Ao todo, o policiamento constatou que foram danificadas 55 árvores de diversas espécies.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, a equipe foi acionada para atendimento da denúncia de que um morador da cidade estaria praticando o corte de árvores nativas sem autorização. Ao se deslocarem ao local informado, foi constatado o corte de 16 árvores das espécies coqueiro jerivá e ipê, bem como o possível envenenamento de 39 árvores das espécies ipê, farinha seca, cedro e garapeira. Conforme a corporação, o envenenamento foi constatado devido aos troncos apresentarem furos para a aplicação do veneno.

Diante do fato, a equipe se deslocou até a residência do proprietário local, que, ao ser questionado a respeito da autorização para a prática do serviço, informou que não a possuía. Pela falta de documentação, foi elaborado o auto de infração ambiental com multa simples de R$ 16.500. De acordo com a polícia, não houve apreensão de material lenhoso pelo fato de o mesmo estar deteriorado.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste