Grupo recebe 95 m de tecidos para fabricar lenços

THIAGO MORELLO - Da Redação • 10/03/2018 11:29:04

. Foto: Marcio Oliveira, Material foi coletado em 10 dias por colaboradores de empresa

Quem passar pela Rua Doutor Gurgel, 1.202, poderá encontrar o seguinte letreiro em um imóvel: “Grupo Amigas do Peito - Contra o câncer - Abrace essa causa”. Levando a mensagem ao pé da letra, a Unimed de Presidente Prudente realmente abraçou e doou 95 metros de tecidos à entidade, que fabrica lenços em prol das mulheres que lutam contra a doença e por ela são assistidas. Para ser mais preciso, a ação foi movida pelos colaboradores da empresa, que pensaram numa maneira alternativa para comemorar e homenagear o sexo feminino, em alusão ao dia delas, comemorado na quinta-feira, dia 8 de março.

A data comemorativa pode até ter passado, mas o presente chegou. Ontem, representantes de ambos os lados se reuniram na sede do grupo e realizaram a entrega. A analista de marketing da Unimed, Graziela Fernandes Todesco, lembra que foi uma intenção que partiu dos próprios funcionários da empresa. “Todo ano fazemos algo para homenagear as mulheres que trabalham com a gente. Mas desta vez, a ideia foi continuar com o ato, mas com mulheres diferentes”, explica.

Sendo assim, em dez dias os colaboradores fizeram suas doações, para que a entrega fosse realizada. À reportagem, Graziela ainda argumenta que tal ação traduz a vocação da empresa, que é “cuidar”. “Anualmente sempre estamos ligados a projetos sociais já com esse cunho de estar presente e, indiretamente, fomentar a saúde das pessoas. Dessa vez partiu diretamente das nossas pessoas, a fim de ajudar uma entidade que também promove ajuda”, pontua.

Para o Eduardo Macedo, colaborador da Unimed, participar da atitude é um “orgulho”, em vista de que isso auxilia com um “grupo” que contribui com a vida de mulheres que estão numa situação difícil. “Eu procuro sempre me envolver com atividades à frente de empresas, projetos e pessoas que praticam a solidariedade”, frisa.

Como a própria Amigas do Peito que, por sinal, já tem destinação exata para os tecidos. A presidente do grupo, Roseli Serteloni Cyrino, conta que dia 19 a entidade inicia uma atividade diferente, no qual fará uma imersão junto às mulheres que estão durante o tratamento da doença, na quimioterapia, por exemplo. É diferente, pois ela destaca que, até então, o grupo ia somente aos hospitais nos pós-operatório, para receber as pacientes com um kit de beleza, a fim de lhe ajudarem nesse momento difícil. “Muitas são desprezadas até pelos maridos, pelo fato de perderem o cabelo. A gente vai pra mostrar que estamos lado a lado”, declara.

Para isso, a Amigas do Peito também oferece o empréstimo de perucas, além da entrega dos lenços produzidos. E isso do pode ser feito, ainda de acordo com a presidente, com a ajuda que eles recebem, como essa da Unimed. “O grupo trabalha sem fins lucrativos, com recursos próprios e sem ajuda governamental. Sendo assim, é extremamente importante ações como essa”, ressalta. Ela ainda agradece o auxílio e frisa o quão essencial é esse apoio. A entidade realiza a entrega de cerca de 40 lenços por mês.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste