CARNAVAL

Foliões devem ter cuidados com alimentos e hidratação

  • 01/03/2019 11:55
  • ANDRÉ ESTEVES - Da Redação

Está iniciada a contagem regressiva para o carnaval, um dos períodos do ano mais esperados pela juventude. Deste sábado a terça-feira, jovens de todas as idades vestem suas fantasias ou abadás e saem às ruas para celebrar o feriado prolongado. O espírito de festa, no entanto, não é o bastante para suportar os quatros dias de folia. São necessários também cuidados especiais com a saúde, a fim de manter o organismo saudável e as energias renovadas. De acordo com a nutricionista Mariluci Fortes, é muito comum que, durante as festividades, os jovens descuidem da alimentação, abusem de bebidas alcóolicas e durmam menos, causando um desgaste enorme ao corpo, que, sem os nutrientes necessários, está suscetível a episódios de fraqueza, tonturas, náuseas, mal-estar geral e até desmaios em casos mais graves.

No fim do dia, ninguém quer sair do bloquinho diretamente para um pronto-atendimento, contudo, caso o jovem apresente algum desses sintomas, a primeira ação é recorrer ao acompanhamento médico, aponta a especialista. Depois disso, também é aconselhável buscar alguma forma de se hidratar e fornecer de maneira rápida a energia e os nutrientes que o organismo está precisando. Sendo assim, ela recomenda que o folião já tome, por exemplo, uma água de coco ou isotônico e consuma uma fonte de energia rápida, como chocolate, barrinha de cereal ou frutas desidratadas.

ALIMENTO CONFIÁVEL

Isso significa que ninguém pode sair de casa com as mãos abanando. A nutricionista orienta levar na bolsa alguns lanches fáceis e rápidos de consumir, como biscoitos integrais, frutas naturais e mix de oleaginosas, que não ocupam muito espaço. Estar precavido quanto a isso evita o contato com alimentos vendidos nas ruas, que, muitas vezes, ficam expostos a condições inadequadas de higiene e temperatura, favorecendo a contaminação por bactérias e o desenvolvimento de infecções no trato digestivo. “Essas doenças podem trazer sérios riscos à saúde, desde um simples mal-estar, com vômitos e diarreia, até a morte em casos mais graves”, previne.

A ingestão de água é tão importante quanto a de alimentos, uma vez que a desidratação é um dos fatores que mais prejudicam a saúde. “Carregar uma garrafinha de água e ir intercalando o seu consumo com as demais bebidas é extremamente necessário para evitar a desidratação e os efeitos negativos do álcool no organismo”, relata Mariluci, que destaca a ingestão mínima de 2 litros por dia. “Mas, devido ao calor extremo e demais circunstâncias, o ideal seria que o consumo de água fosse maior”, acrescenta.

ADQUIRINDO ENERGIA

A alimentação adequada deve ser iniciada antes mesmo das festas começarem. Sendo assim, a indicação é que o jovem já inclua em seu cardápio alimentos integrais e muitas frutas, legumes e verduras. Antes de ir para a rua, é ideal que ele já faça uma refeição reforçada para desenvolver energia, mas com alimentos mais leves e de fácil digestão, como carboidratos – pão, arroz, batata e mandioca – e proteínas – ovos, peixes, frango e carnes magras. “É aconselhável evitar alimentos pesados, ricos em gorduras, que tornam a digestão mais lenta e causam a sensação de estufamento”, aponta. Desta forma, nada de sair do restaurante de fast-food direto para o bloquinho...

PERFIL

                                        Jhenifer Rodrigues/Cedida

Raquel se encanta pelo aspecto cultural do carnaval

Nome: Raquel Marques Siqueira

Idade: 22 anos

Profissão: Jornalista

O Imparcial: O que mais lhe atrai no carnaval?

Raquel: Um dos aspectos que acho mais interessante é a parte cultural, pois muitas pessoas passam o ano inteiro trabalhando para executar os desfiles durante os quatro dias. Este trabalho artístico é muito rico. Além disso, todo mundo que trabalha espera esse período para poder descansar um pouco e sair da rotina.

O que mais gosta de fazer neste período?

Eu acredito que é uma época boa para viajar, porque você consegue tirar o fim de semana e mais dois dias para descanso. No ano passado, aproveitei esse período para conhecer Curitiba [PR]. Então, é um momento apropriado para quem está planejando uma “miniférias” no começo do ano. Também fico bastante animada para os blocos de rua, embora isso não seja algo forte em Prudente. Eu vi que há o “Êta Nóis!”, um bloco do Galpão da Lua que já está na 13ª edição. Essas folias mais tradicionais chamam a minha atenção.

Quais os cuidados que você toma para aproveitar os dias de folia sem prejudicar a sua saúde?

Quando viajei no ano passado, tomei bastante cuidado com a minha pele, evitando ficar exposta ao sol por muito tempo e me hidratando com frequência. Para quem bebe, ingerir água é fundamental, porque o álcool contribui para a desidratação e as pessoas acabam passando mal. Além de não aproveitarem tanto o período, correm o risco de estragar a festa dos outros. Ou, para quem dirige, a embriaguez pode causar um acidente, o que vai ser ainda pior. De modo geral, é importante aproveitar esses dias com consciência.

Durante o carnaval, crescem as discussões sobre o combate ao abuso sexual e o respeito às diversidades. Em sua opinião, qual a importância de tal debate?

São discussões importantes e que deveriam ser estendidas para atingir os homens de forma mais ampla, porque o fato de uma mulher estar na folia não significa que ela queira automaticamente se envolver com alguém. É necessário entender que não é não, sobretudo em um país com tantos casos de estupro, assédio e violência à mulher. Além disso, é preciso estar consciente do respeito ao próximo e compreender que se vestir de “nega maluca”, por exemplo, não é legal. Negro não é fantasia.

DE OLHO NA MAQUIAGEM

Um dos acessórios em alta no período do carnaval é o glitter, utilizado para a composição de fantasias e maquiagens. Conforme a maquiadora Fernanda Heloyse Oliveira Silva, o uso da purpurina é democrático e pode contemplar tanto mulheres quanto homens. Outra tendência são os adesivos de strass, que podem ser organizados em estilo indiano. Para quem não quer sair de cara limpa, mas deseja gastar pouco, a orientação da profissional é buscar o comércio de rua, cujas lojas estão cheias de purpurina, pigmentos e acessórios de baixo valor, na faixa de R$ 5 a R$ 15. “Acho que vale a pena andar um pouquinho, comparar preços e usar e abusar da criatividade”, pontua.

Fernanda Silva/Cedidas

Purpurina faz a diferença na produção carnavalesca

Conforme maquiadora, adesivos de strass são tendência

Com criatividade é possível elaborar produções bonitas e baratas

AGENDA

1º DE MARÇO

13º Êta Nóis!

Horário: A partir das 20h

Local: Concentração e saída em frente ao Galpão da Lua

Endereço: Rua Júlio Tiezzi, 130, centro – Presidente Prudente

Preço: Gratuito

Informações: 99652-4744

Atividade: O Êta Nóis surgiu em 2007 em uma república do Jardim das Rosas, frequentada por estudantes e artistas da cidade que procuravam uma forma alternativa de curtir o carnaval. Anualmente, o bloco sai em cortejo com os foliões cantando e tocando marchinhas tradicionais do período e composições próprias.

2 DE MARÇO

Carnablack

Horário: A partir das 18h

Endereço: Rua Casemiro Dias, 405, Vila Nova – Presidente Prudente

Preço: Entrada livre até 19h; após, R$ 5

Informações: facebook.com/blackbazarpp

Atividade: Evento trará setlist com samba, rap, trap, jazz, soul, funk, entre outros gêneros musicais. No local, será montada ainda a feira dos empreendedores, com a venda de vestuários, artesanatos e itens de perfumaria e higiene pessoal. À meia-noite, ocorre o concurso que premiará a melhor fantasia. Participantes devem levar as bebidas que consumirá.