Cedida/Grupo Nas Asas do Senhor: Um dos pontos altos da peça teatral de Santo Anastácio é a ressurreição de Jesus

Foto: Cedida/Grupo Nas Asas do Senhor: Um dos pontos altos da peça teatral de Santo Anastácio é a ressurreição de Jesus

SEXTA SANTA

Fiéis de PP e região encenam Paixão de Cristo

Todos os anos, paróquias arrastam centenas de cristãos para contemplarem a encenação da paixão, morte e ressurreição de Jesus, um momento de emoção e comoção

  • 19/04/2019 11:20
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Redação

Após 40 dias em Quaresma com penitência e a oração, chega o momento do cristão reviver o caminho doloso da morte e ressurreição de Jesus, não apenas vivenciando a dor, mas a ação de amor. Assim, todos os anos, paróquias da região arrastam centenas de católicos para contemplarem a encenação da Paixão de Cristo, um momento de muita emoção e comoção.

Santo Anastácio

Em Santo Anastácio, a 9ª edição da encenação conta com 120 pessoas incluindo intérpretes e a equipe de apoio e estimam público de até 2 mil pessoas. Todos os anos, a preparação para desempenharem a vida de Jesus inicia com antecedência quando realizam promoções e bazares para arrecadarem fundos para roupas e estrutura da encenação.

De acordo com a coordenadora, Adriana Correa Ferreira, 32 anos, o grupo propõe evangelizar através das interpretações. “Trazemos esse olhar para as pessoas presentes e, principalmente, para as crianças que estão em processo de evangelização, ou seja, de tudo o que Jesus passou para nos dar a salvação”, explica.

No município, a encenação contempla os passos de Jesus após ser condenado a morte. A coordenadora relata que os momentos mais emocionantes e que ganham destaques são quando Jesus cai pela primeira vez, encontro com Maria, crucificação e, para abrilhantar a noite, a ressureição de Jesus. Para quem deseja prestigiar a atividade, ela será realizada na Praça Ataliba Leonel, às 20h, nesta sexta-feira.

Paróquia Nossa Senhora do Carmo

Relembrando a história de Jesus, uma equipe com 50 adolescentes e jovens participam desde o momento da missa de Lava-pés, onde Jesus lavou humildemente os pés de alguns fiéis em busca de educar a comunidade cristã para o servir, até o momento de ressureição. “Nosso diferencial é trabalhar todos esses dias em que antecede também a morte de Jesus e revivê-la.” afirma o coordenador, Lucas Araújo, 23 anos.

De acordo com o Lucas, a equipe está se preparando há um mês para a interpretação que ocorre em torno de 40 minutos. A encenação pode ser presenciada nesta noite, às 20h, em frente à igreja, no bairro da Vila Maristela.

Paróquia São Judas Tadeu

Em sua décima edição, a encenação da Paixão de Cristo da Paróquia São Judas surgiu como forma em que adolescentes e jovens pudessem se envolver nas atividades pastorais da paróquia. Conforme relata o coordenador, Guido Soshiro Sato, 58 anos, a principal mensagem é demonstrar todo o processo de Jesus que se entregou a morte e visa sensibilizar as pessoas de que é preciso seguir o mandamento do amor que Jesus deixou.

Neste ano, 50 pessoas estarão envolvidas na interpretação que ocorre na sexta-feira às 17h, após a celebração da Santa Cruz.

Teodoro Sampaio

A preparação para a encenação da Paixão de Cristo começa entre os meses de novembro e dezembro, com definição do texto, escolha de personagens e preparação dos figurinos e cenários. Segundo a coordenadora, Juliana Quirino, 33 anos, a equipe da encenação é composta por até 150 pessoas, a qual está em comunhão entre diversas pastorais e movimentos da paróquia. “Nós nos preparamos em oração e com muito trabalho para cada ano levar um espetáculo maravilhoso para a nossa comunidade. Graças a Deus, o público que vem nos prestigiar aumenta a cada ano”, frisa.

A coordenadora explica que o objetivo é levar a história de Jesus para toda a comunidade, não só a Igreja Católica, mas todas as religiões e mostrar que o Salvador morreu por cada um. “Somos chamados todos os dias a seguirmos os caminhos de Cristo, mesmo sabendo que o caminho não é fácil”, pontua.

A ação por parte dos paroquianos é também social, pois a cada ano a comunidade promove a doação de 1 kg de alimento que é destinado às famílias carentes da comunidade. No dia 19 de abril, a encenação será a partir das 19h, no recinto de Rodeios Toninho Cowboy.