Intergeracional Festa promove integração de crianças e idosos

 12/10/2017  - ANNE ABE - Especial para O Imparcial

A A A

Com direito a cachorro-quente, pipoca e doces variados, a criançada do Conjunto Habitacional Cohab e do Jardim Sabará, em Presidente Prudente, comemoraram ontem o seu dia antecipadamente com uma festa realizada pela UBS (Unidade Básica de Saúde) Doutor Otelo Milani Junior, em parceria com o Cras (Centro de Referência em Assistência Social). Além da alegria, a festividade também foi intergeracional, pois promoveu o contato entre diferentes gerações, ao contar com a presença de 42 crianças e também 35 idosos, que são vinculados à unidade de saúde.

As datas especiais sempre são comemoradas na UBS, dando a oportunidade de haver uma interação entre a população e os funcionários, segundo a gerente da unidade, Meire Tolosa. Acrescenta que essa relação é importante para desenvolver maior confiança e segurança da comunidade no atendimento oferecido. Na ocasião, a gerente explana que a festa diminui a resistência desses dois públicos, crianças e idosos, com o serviço oferecido. “É uma nova proposta de atividade para uniformizar o serviço. A alegria e vitalidade das crianças incentivam os idosos a participarem mais”, diz sobre a integração das gerações.

Durante a semana, outras comemorações foram realizadas em unidades de saúde de toda a cidade, compondo o cronograma da Semana da Criança, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Valmir da Silva Pinto. Para ele, essa é uma oportunidade de trazer esse público especifico para a unidade, promovendo a educação e cuidados com a saúde. “O objetivo é fazer com que a comunidade se identifique com a unidade do bairro, que, afinal, também é de sua propriedade”, pontua.

 

Integração

Para iniciar a comemoração, as crianças presentes participaram da tradicional brincadeira da dança das cadeiras. O vencedor foi Kauan Charles Brown da Silva Barbosa, 11 anos, que estava contente com o brinde que ganhou. O pequeno conta que sempre vai à UBS para participar de palestras sobre cuidados com a higiene. “A festa e a brincadeira motivam a gente a cuidar da saúde”, diz.

Na brincadeira, participaram também dois funcionários fantasiados de mosquito da dengue, com o intuito de chamar a atenção das crianças para os cuidados com os criadouros. Isso foi o que mais chamou a atenção de Keverly Maisa Leite dos Santos, 12 anos, que relata ter consciência dos cuidados necessários. “Achei legal a brincadeira, porque adoro brincar. Falaram que temos que cuidar da saúde e do meio ambiente”, conta.

A iniciativa é vista de forma positiva pela aposentada Salete Motano Daquinto, 63 anos, que adora estar em contato com as crianças, tendo em vista que possui um neto de 3 anos e considera os momentos que passa com ele os melhores. “Eles chamaram as crianças de duas gerações, os menores e nós, mais velhos”, brinca.

Sempre presente na unidade para participar do grupo de diabéticos, a aposentada Eunice Ferreira Vieira, 64 anos, achou a festa bonita e alegre. Diz que as crianças precisam desse incentivo na saúde, para verem que o atendimento não é temeroso quanto pensam. “Eles são o futuro do nosso planeta, então, devemos dar mais atenção, fazer se sentirem mais acolhidos”, expõe.

Buscando tirar esse medo de ir ao médico e postos de saúde, a professora Miriam Maria Costa, 28 anos, levou as duas filhas para aproveitar a festa. Conta que a brincadeira lúdica as ajuda a conhecerem melhor o local. “É uma distração para as meninas, assim, elas têm outra visão do posto”, afirma.

Comentário