José Reis: Evento tem por objetivo fomentar o incentivo das artes e de artistas regionais

Foto: José Reis: Evento tem por objetivo fomentar o incentivo das artes e de artistas regionais

EXPOSIÇÕES ARTESANAIS

Feira de Artes “Vira Mundo” segue neste domingo, em PP

Evento será realizado até hoje, no Rancho Cuba, em frente ao Rancho Quarto de Milha; entrada é 1 kg de alimento não perecível

  • 14/07/2019 07:30
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Reportagem Local

Segue até hoje a Feira Vira Mundo de Artes Integradas do Oeste Paulista, no Rancho Cuba, em frente ao Rancho Quarto de Milha. Quem passar pelo local prestigiará exposições artesanais de artes plásticas, shows de diferentes estilos musicais, apresentações teatrais, danças e atividades voltadas para o público de todas as idades. A organização estima que o evento tenha recebido aproximadamente mil pessoas diariamente no local, que fomenta fortemente o incentivo das artes regionais.

Mais do que expor trabalhos, a ideia do evento é aproximar o público da arte. “Conseguimos atingir o objetivo que é o bem-estar das pessoas no campo. Aqui é um local para desfrutar e compartilhar momentos incríveis com amigos e a família, além de promover a solidariedade. Além disso, o evento proporciona aos artistas anônimos a possibilidade de subir ao palco e expor trabalhos”, diz Suely.

A organizadora relata que, neste ano, além da programação do evento, a oportunidade também serviu para homenagear os 40 primeiros expositores que participaram do Vira Mundo. “Alguns não produzem mais arte diante da idade, por isso a importância de lembra-los sempre”.

 

Expositores

Ao todo, 86 expositores compareceram ao evento, entre eles a professora aposentada, artista plástica e sanfoneira Elza dos Santos Godoi, 77 anos, que frequenta o Lar São Rafael há um ano por desejo próprio. “Eu estou muito feliz de participar pela primeira vez porque eu sempre trabalhei com arte. Quando morava em São Paulo, minha renda era pouca. Então, eu tive que me adaptar às diversas clientelas desenvolvendo trabalho determinado para cada tipo de pessoa”. Elza diz ser adepta ao couro, gesso, cerâmica, porcelana, mas que seu material favorito é a sucata, e foi este trabalho que ela expôs nos dias do evento. 

Aos apaixonados por artesanato em tecido, Julia Maria da Silva Peres, 69 anos, levou para exposição bonecas, porta-papeis, pano de prato, tudo feito com muito carinho conforme relata. “Aqui é muito importante para divulgarmos o nosso trabalho e para quem gosta de artesanato é o local certo para encontrar”.

 

Presença

O evento chama atenção da população desde sua primeira edição, como é o caso da aposentada Sueli dos Santos Nezi Santana, 54 anos. “Eu também sou artista e eu acho importante expor para que as pessoas possam conhecer o que nós temos guardado”. Acompanhando a sobrinha, a dona de casa Maria Helena Sanches Nezi, 57 anos, também foi a feira e considerou de muita importância conhecer outras culturas e maneiras de se fazer arte.

Serviço

A Feira ocorre até hoje no Rancho Cuba em frente ao Rancho Quarto de Milha, localizados na Rodovia Assis Chateubriand, km 461, Bairro Aeroporto. A entrada é 1 kg de alimento não perecível.