Exposição Itinerante mostra 30 imagens do concurso do Centenário

A partir desta segunda, o público poderá ver de perto obras de dez fotógrafos retratando diversos lugares da cidade

OSLAINE SILVA • 04/03/2018 04:10:14

. Foto: Cedidas, Criatividade, técnicas e “vida” aparecem na composição do conjunto das obras selecionadas através do concurso

O município completou seus 100 anos, em 14 de setembro de 2017 e dentre as várias ações promovidas em homenagem à data foi realizado um Concurso de Fotografia - Centenário de Presidente Prudente: “Eu Amo Prudente”. Criatividade, técnicas e “vida” na composição do conjunto das obras são algumas das riquezas que o público poderá apreciar a partir de segunda-feira em uma exposição itinerante com 30 fotos dos dez selecionados, três imagens de cada, que revelam do ponto de vista artístico dos fotógrafos, vários lugares representativos, de alguma forma, da cidade.

Eternizar lugares, momentos e sentimentos são algumas das magias que a fotografia pode causar nas pessoas. E a exposição permite nas imagens leituras diversas, lembranças, entre outras sensações.

Um local que faz um trabalho bacana expondo diversas exposições às pessoas que por ali passam e será o primeiro a recebê-la será a Gerência Regional do Trabalho. Nos meses seguintes até dezembro, a exposição passará pelo Centro Cultural Matarazzo, Poupatempo, Fórum Trabalhista, CEU (Centro de Artes e Esportes Unificado) Professor Samoel Brondi, Praça da Juventude “Jaime Barbosa de Moura”, no Humberto Salvador, Paço Municipal, Fórum Estadual e encerra na Praça da Juventude e Longevidade “Lucas Nalini Paschoalin”, na Cohab.

Em cada parada permanecerá por três semanas sendo o horário de visitação estabelecido de acordo com o funcionamento de cada local.

Quando o concurso foi anunciado pelo Governo Municipal, por meio da Secult (Secretaria Municipal de Cultura) a ideia, o desejo dos organizadores era despertar a produção criativa dos participantes a partir da realidade local, para que através da linguagem fotográfica, imagens de Prudente fossem eternizadas.

Logo, dentro do tema, em uma mesma fotografia, os participantes deveriam produzir imagens urbanas com transeuntes, explorando as possibilidades criativas e estéticas. Os resultados forma surpreendentes, segundo Denilson Biguete, assessor da pasta de Cultura.

 

Através dos cliks

A fotografia tem o poder, uma magia que - um presente para a comunidade que agora pode ver de perto o trabalho desenvolvido pelos três premiados: Roberto Roncolato Soares, Alexsandro Silvestre Gonzaga e Raíssa Nthiély Zirondi Barros; além dos sete participantes que receberam menções honrosas, no dia 7 de dezembro de 2017: Aparecido Maurício da Silva, Elaine Francisca Trombeta, Eric Leite (Erick Keki), Gilson Lorenti, Juliana Hiromi Hinoue de Almeida, Marcelo Andrade de Oliveira e Roberto Aparecido Mancuzo Silva Junior.

Vale lembrar que cada participante se inscreveu com cinco fotografias e a escolha das três imagens para construção do acervo da Secult ficou por conta dos próprios fotógrafos.

Marcel Freitas Sachetti, Erivaldo Santos e Renato Forin Júnior foram os três profissionais da área que fizeram o julgamento de seleção das obras levando em consideração os critérios de: coerência com o tema proposto; originalidade; qualidade da fotografia e adequação da fotografia ao layout proposto.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste