Paulo Miguel - Entre as atrações de sucesso desta edição da Expo Prudente esteve o parque de diversões

Foto: Paulo Miguel - Entre as atrações de sucesso desta edição da Expo Prudente esteve o parque de diversões

BALANÇO POSITIVO

Expo Prudente movimenta R$ 6 milhões

De acordo com a Prefeitura, mais de 100 expositores compareceram nesta edição, um recorde; além disso, cerca de 200 empregos diretos foram gerados com o evento

  • 21/09/2019 04:00
  • PEDRO SILVA - Especial para O Imparcial

Após o término da Expo Prudente 2019, o organizador Guilherme Piai declara que o rendimento da edição foi dentro do esperado, R$ 6 milhões, sendo que tal valor foi concebido através dos leilões, de patrocinadores e estandes comercias. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Carlos Alberto da Silva Corrêa, Casagrande, se mostra satisfeito com a execução do evento, enaltecendo o nome da feira.

Guilherme comenta que a arrecadação foi positiva. “Nós erramos em alguns aspectos, pois foi nossa primeira [edição], mas comparada com as anteriores foi extremamente positiva. Agora nós vamos estudar todos esses detalhes e evoluir para o ano que vem”, projeta. Ele ainda diz que a realização de um evento desse porte é “extremamente arriscada”, mas que a execução foi boa. “Conseguimos equilibrar as contas. O mais importante é que quem trabalhou neste ano saiu feliz e quer voltar no ano que vem. A organização do parque ficou superfeliz. Os produtores, a cervejaria, as lojas da praça de alimentação, os foodtrucks, todos saíram de lá satisfeitos”. Segundo ele, não existem contas a ser pagas aos prestadores de serviços.

Por sua vez, Casagrande lembra que mais de 100 expositores compareceram na edição de 2019, um recorde. Além disso, cerca de 200 empregos diretos foram gerados com o evento. Acrescenta que para receber melhor os visitantes, obras foram realizadas na estrutura do Recinto de Exposições Jacob Tosello, como recuperação do asfalto, pinturas e atualização da cabine de eletricidade.

Como projeção, o secretário ressalta que o objetivo é chegar ao ponto em que o poder público seja apenas um apoiador do evento, assim como em Londrina e Maringá, no Paraná. “Em virtude de todo o planejamento, nós não esperávamos outra coisa senão o sucesso que foi a Expo 2019”, pontua o secretário.

Leilões

O diretor da Leilosul, Marcos Soriano, avalia como “muito positiva” a edição deste ano, que registrou um aumento de 40% nas vendas em relação ao ano passado e encerrou as atividades com sensação de dever cumprido para os organizadores. Ao todo, foram três leilões realizados, com 202 cabeças, todas nelore. “Foi muito superior ao que imaginávamos, o público esteve muito presente e tivemos 100% de comercialização, o que comprova o sucesso deste ano”.